Reforço da "rainha dos céus"

Boeing 747-400 voltará a voar pela Lufthansa

Aeronaves irão operar até 2023 para atender alta da demanda premium


Aposentadoria do 747-400 da Lufthansa durou apenas um mês e avião volta a voar regularmente

A Lufthansa irá reativar temporariamente oito Boeing 747-400 visando atender o aumento da demanda de passageiros das classes premium de longo alcance, responsáveis por grande parte das receitas da companhia.

O anúncio do retorno do 747-400 ocorreu apenas um mês após a Lufthansa confirmar a aposentadoria do modelo. A intenção é utilizar apenas o 747-8, a variante mais recente e de maior capacidade, mas, por ora, a demanda justificou a retomada das operações com a série anterior.

As aeronaves de prefixos D-ABTK, D-ABTL, D-ABVM, D-ABVU, D-ABVW, D-ABVX, D-ABVY e D-ABVZ, serão recolocadas em serviço após permanecerem estocadas desde março de 2020 nos aeroportos europeus de Enshede (ENS), Hamburgo (HAM), Tarbes (LDE) e Teruel (TEV). 

Antes do retorno as atividades os aviões passarão por revisão, assumindo os voos regulares em meados de setembro.

Há duas semanas, a Lufthansa havia anunciado a reativação de cinco Airbus A340-600 para a base alemã de Munique (MUC) pelo mesmo motivo. Ainda que a crise no setor aéreo tenha levado diversos aviões para a aposentadoria, o rápido crescimento da demanda tornou necessário a reativação de diversos modelos.

A expectativa é de que o hoje clássico 747-400 retome rotas de Frankfurt (FRA) para destinos na Índia, Estados Unidos, Coreia do Sul e Canadá.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 9 de Julho de 2021 às 14:40


Notícias notícias notícias de aviação aviação avião eronave Lufthansa Boeing 747 747-400 747-8 Jumbo premium voos