De volta ao jogo

Banco com sede em Dubai adquire quinze 737 MAX 8

Aeronaves serão destinadas ao serviço de leasing da Dubai Aerospace Enterprise


Boeing 737 MAX 8

Após mais de dois anos a Boeing retomou o interesse do mercado pelo 737 MAX

A empresa especializada em arrendamento de aeronaves, Dubai Aerospace Enterprise (DAE) formalizou a encomenda de quinze 737 MAX 8, que serão disponibilizados para o mercado. O pedido ainda será incluído no site de entregas da fabricante, assim que finalizado.

É a primeira vez que a companhia árabe efetua pedidos diretos para o modelo, ainda que conte com a família 737 MAX em seu portfólio. Todavia, os demais aviões foram adquiridos por empresas aéreas, com financiamento realizado pela DAE. Atualmente a empresa tem mais de 400 aeronaves em sua frota, avaliada em US$ 16 bilhões.

No final de 2020, a DAE fechou acordo para comprar dezoito aviões da American Airlines que seriam alugados pela própria empresa aérea, através do contrato leaseback (literalmente a venda de um ativo com intenção de alugar ele de volta).

A estratégia possibilitou a American gerar receita imediata e pagamentos menores pelos aviões. Para a DAE a aquisição permitiu adicionar o 737 MAX na sua lista de aeronaves. No Brasil, a Gol já havia feito transação semelhante, com cinco de seus 737 MAX 8.

As primeiras aeronaves destinadas diretamente da fábrica para a DAE ainda não têm previsão ou data estabelecida, dependendo do interesse do mercado pelos aviões. Porém, a expectativa é de retomada do crescimento do mercado nos próximos meses, com a possibilidade de renovação da frota por diversas empresas aéreas.

O anuncio do contrato formalizado pela DAE e a Boeing não especificou se o acordo é para aviões que serão produzidos ou para modelos que estão estocados, após o cancelamento de pedidos.A empresa especializada em arrendamento de aeronaves, Dubai Aerospace Enterprise (DAE) formalizou a encomenda de quinze 737 MAX 8, que serão disponibilizados para o mercado. O pedido ainda será incluído no site de entregas da fabricante, assim que finalizado.

É a primeira vez que a companhia árabe efetua pedidos diretos para o modelo, ainda que conte com a família 737 MAX em seu portfólio. Todavia, os demais aviões foram adquiridos por empresas aéreas, com financiamento realizado pela DAE. Atualmente a empresa tem mais de 400 aeronaves em sua frota, avaliada em US$ 16 bilhões.

No final de 2020, a DAE fechou acordo para comprar dezoito aviões da American Airlines que seriam alugados pela própria empresa aérea, através do contrato leaseback (literalmente a venda de um ativo com intenção de alugar ele de volta).

A estratégia possibilitou a American gerar receita imediata e pagamentos menores pelos aviões. Para a DAE a aquisição permitiu adicionar o 737 MAX na sua lista de aeronaves. No Brasil, a Gol já havia feito transação semelhante, com cinco de seus 737 MAX 8.

As primeiras aeronaves destinadas diretamente da fábrica para a DAE ainda não têm previsão ou data estabelecida, dependendo do interesse do mercado pelos aviões. Porém, a expectativa é de retomada do crescimento do mercado nos próximos meses, com a possibilidade de renovação da frota por diversas empresas aéreas.

O anuncio do contrato formalizado pela DAE e a Boeing não especificou se o acordo é para aviões que serão produzidos ou para modelos que estão estocados, após o cancelamento de pedidos.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 22 de Abril de 2021 às 13:40


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Boeing 737 MAX Dubai DAE American Airlines Dubai Aerospace Enterprise