Um mimo extra para quem pode pagar

Aviões de luxo ganham berçário a bordo para atender famílias

Conceito prevê instalação de uma área dedicada às crianças em jatos de negócios


Muitos clientes de serviõs de primeira classe de empresas aéreas se tornaram usuários da aviação de negócio durante a pandemia

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

A pandemia de covid-19 levou a indústria de aviação executiva a adotar uma nova abordagem em relação as crianças, criando uma espécie de berçário a bordo de sofisticados jatos de negócios.

Com a maior procurar por voos privados, por parte de tradicionais usuários de primeira classe de aviões comerciais, que necessitavam manter seus deslocamentos ao redor do mundo, alguns passageiros perceberam que a cabine de um avião particular atendia perfeitamente a necessidade de executivos e autoridades, mas não de famílias com crianças.

Uma solução foi desenvolvida pela premiada designer de interiores Jenny Allan Design em parceria com a FlyEliteJets, empresa especializada em voos de alto luxo, que deu origem a uma espécie de berçário voador.

 

A solução batizada de Flying Nursery foi projetada para ser instalado na cabine traseira dos aviões de negócios, usualmente uma área pouco utilizada durante a maior parte dos voos.  O espaço segue o conceito de um berçário, com área acolchoada, nichos para brinquedos e uma instalação que permite a amamentação, incluindo um acesso facilitado ao lavatório da aeronave.

O design inclui um teto com luzes estreladas para criar a sensação de atmosfera na cabine, ideal para leitura na hora de dormir, além de alguns detalhes extravagantes desenhados para atender tanto as crianças quanto os pais, como ursinhos de pelúcia nos assentos, uma tenda em miniatura com almofadas de nuvens e um mini cavalo de balanço.

Um dos desafios foi homologar a nova cabine, que deve seguir as rígidas normas da aviação civil, incluindo uso de materiais não inflamáveis, garantir uma área desimpedida para casos de evacuação de emergência, entre outros. Além disso, o conceito é limitado aos usuários que possuem aeronaves próprias ou aos clientes da frota da FlyEliteJets que será equipada com a área infantil. Ainda que a seção traseira não seja utilizada na maior parte do voo, o acesso ao lavatório é feito por lá. Alguns aviões de ultralongo alcance contam com a suíte instalada justamente nesta área, ocupando todo o espaço. A instalação do berçário exige um replanejamento do uso da área e mudanças de projeto de cabine.

Mesmo com algumas limitações, a criadora do conceito, Jenny Allan, acredita no potencial do espaço para famílias com crianças pequenas. “Queríamos projetar algo único que nunca havia sido feito antes em um jato particular e revolucionar a maneira como os clientes viajam com seus filhos”, disse.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 21 de Agosto de 2020 às 15:30


Notícias notícia de aviação aeronave avião jatinho jato de negócios aviação de negócios berçário criança avião privado viagem família