Operação extrema

Novo avião turbo-hélice russo realiza o seu primeiro voo [com vídeo]

Il-114-300 deverá entrar em serviço em 2022 e pretende brigar pelo mercado regional


Il-114-300 durante o primeiro voo

Novo Il-114-300 realizou primeiro voo e tem certificação prevista para meados de 2022

O novo turbo-hélice regional Ilyushin Il-114-300 realizou seu voo inaugural na última quarta-feira (16), dando início a campanha de ensaios em voo. O avião partiu do aeroporto de Zhukovsky, nos arredores de Moscou, onde foram verificados todos os requisitos operacionais como a estabilidade, controlabilidade e funcionalidade de todos os sistemas.

Segundo informações da United Aircraft Corporation (UAC), controladora da Ilyushin, o novo avião está equipado com os motores turbo-hélice Klimov- TV-7-117ST-01, da mesma família de propulsores utilizados pelo Il-112 e o helicóptero Mil Mi-38.

O Il-114-300 foi desenvolvido para atender especialmente rotas com infraestrutura limitada, se tornando ideal para nas regiões do Mar do Norte e extremo leste do território russo, como a Sibéria, por conta do clima adverso.

A aeronave pode ser configurada com até 68 assentos, tendo velocidade máxima de 278 nós (514 km/h) e alcance de 755 nm (1.400 km). Chama a atenção o fato da aeronave ter sido construída quase exclusivamente componentes de origem russa, com a exceção da suíte de aviônicos Collins, composto de cinco telas funcionais para dois pilotos. A indústria aeronáutica da Rússia tem ampliado o número de fornecedores ocidentais, reduzindo os custos de desenvolvimento e ampliando o acesso às redes de suporte global.

 

“O primeiro voo do Il-114-300 é o resultado do excelente trabalho de dezenas de milhares de pessoas, entre pesquisadores, engenheiros e especialistas, que trabalham no bureau de projetos e nas fábricas da United Aircraft Corporation, dos nossos fornecedores e parceiros”, disse Yury Slyusar, diretor-geral do grupo aeroespacial russo UAC.

A adição de uma nova aeronave tem uma grande importância para a Rússia que há décadas tenta competir diretamente com grandes fabricantes ocidentais. O país atualmente trabalha em três grandes projetos de aviões comerciais, com destaque para o MS-21, que pretende disputar o mercado com os Airbus A320neo e Boeing 737 MAX.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 17 de Dezembro de 2020 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Illyushin Il-114-300 tubro-hélice Airbus Boeing A320neo 737 MAX MS-21