Não quer saber de aposentadoria

Avião mais popular da Cessna comemora 65 anos

Skyhawk ainda quebra mais um recorde ao atingir a marca de 45.000 unidades entregues


Lendário Cessna 172 Skyhawk completa 65 anos e atinge a histórica marca de 45.000 aeronaves produzidas

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Com mais de 45.000 unidades entregues o Skyhawk está completando 65 anos do seu primeiro voo, quebrando mais um recorde na categoria. O popular monomotor da Cessna voou pela primeira vez em 12 de junho de 1955, logo se tornando um sucesso de vendas.

Com uma evolução constante ao longo de seis décadas, o modelo recebeu importantes melhorias, como novos motores e mais recentemente painel digital. Em 2019, o Skyhawk e demais modelos de pistão de asa alta da Cessna, passaram a ser equipados com o Garmin 1000 NXi, fornecendo aos pilotos, melhorias no controle e maior conectividade no cockpit.

LEIA TAMBÉM

“Em 12 de junho de 1955 o Cessna Skyhawk subiu aos céus pela primeira vez, abrindo caminho para mais de seis décadas de inovação e liderança em pistões”, disse Chris Crow, vice-presidente da Textron Aviation Piston Sales.

Primeiro modelo da família Skyhawk foi lançado em 1955 quando obteve a marca de 1.100 aeronaves produzidas

Motivos não faltam para a Textron Aviation comemorar o sucesso do seu monomotor, que além da longevidade detém o recorde mundial de aeronave mais produzida da história, superando com ampla margem modelos históricos, como o caça alemão Messerschmitt Bf 109, que teve 34.852 aeronaves entregues e o russo Ilyushin Il-2, com 36.180 aviões. O icônico Douglas DC-3 teve 16.079 aeronaves produzidas, em suas diversas variantes. Para se ter uma ideia do sucesso do Cessna Skyhawk, o modelo bateu a marca de 1.100 aeronaves no primeiro ano de produção.

Atualmente o Skyhawk conta com glass cockpit, adotando o Garmin 1000 como aviônica padrão

Apenas nas últimas duas décadas o Skyhawk passou a enfrentar a dura concorrência com aeronaves monomotoras a pistão de elevado desempenho, como os SR20 e SR22, da Cirrus, mas continua como o favorito entre escolas de aviação e usuários que empregam a aeronave como utilitário em pistas não preparadas, especialmente em locais remotos.

Atualmente, o Skyhawk integra esforços para a formação de pilotos da Textron Aviation por meio do programa Top Hawk, que permite aos pilotos iniciantes a iniciem a sua jornada de voo. Nos últimos 5 anos, o programa conectou pilotos estudantes de escolas de voo e universidades dos Estados Unidos com o Cessna Skyhawk de última geração. A Textron também realiza a doação dessas aeronaves para organizações comunitárias locais.

Em 2020, a Textron Aviation recebeu um contrato da U.S. Civil Air Patrol, a patrulha aérea civil, para 17 aeronaves, sendo onze Skyhawk 172. O Civil Air Patrol possui umas das maiores frotas do mundo de aeronaves monomotores a pistão, com aproximadamente 550 no total. Essas aeronaves são usadas pela CAP para salvar vidas, fornecer serviços de socorro e emergência, realizar reconhecimento de fotografia aérea e auxiliar no treinamento militar.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 15 de Junho de 2020 às 13:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Cessna Skyhawk Cirrus SR22 SR20 monomotor Douglas DC-3 Bf 109 Il-2 Illyushin Messerschimitt