Novos ventos do deserto

Após quatro meses a Emirates retoma voos com o A380

Empresa anunciou ainda uma série de voos que serão retomados a partir de hoje


A380 retoma operações regulares pela Emirates após quase quatro meses sem voar

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

A Emirates Airline retomou suas operações com o A380, a aeronave símbolo da frota, que decolou de Dubai para Londres e Paris, retomando o serviço de transporte de passageiros em voos comerciais a bordo desta aeronave pela primeira vez desde março. A notícia foi acompanhada do anuncio que a partir do dia 1º de agosto também será retomado o voo diário para Amsterdã, além de um segundo voo para Londres, ambos com o super jumbo.

O voo EK073 da Emirates teve uma recepção especial na chegada ao aeroporto de Paris –Charles De Gaulle, pois foi o primeiro e único voo com o A380 programado a operar no aeroporto francês desde o início da pandemia em meados de março.

Ao longo do dia, a Emirates também retomou os voos regulares para sete outras cidades da Europa: Atenas, Barcelona, Genebra, Glasgow, Lárnaca, Munique e Roma. A empresa árabe ainda confirmou que retomará amanhã (16) os voos para Malé, Washington DC, além de Bruxelas na sexta-feira (17). A empresa também reabriu seus balcões exclusivos para membros do Emirates Skywards no aeroporto de Dubai para atender seus passageiros frequentes.

Atualmente, a Emirates atende pouco mais de 50 destinos, voando entre as Américas, Europa, África, Oriente Médio e Ásia-Pacífico. A empresa já teve uma das maiores malhas internacionais do mundo, mas foi obrigada a reduzir drasticamente o número de rotas e voos com o avanço da pandemia.

A companhia espera uma normalização de parte das rotas até o final do ano, quando deverá haver uma maior abertura de fronteiras, com protocolos de segurança sanitária mais bem estruturado em todo o mundo.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 15 de Julho de 2020 às 00:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A380 Emirates Dubai Paris Londres Europa pandemia covid-19 Washington EUA