Crescimento em alta

Airbus registra 57 entregas durante o mês de setembro

Fabricante ainda obteve 300 pedidos líquidos em 2020, superando os números do ano passado


Airbus mantém a liderança no total de entregas de aeronaves comerciais durante a pandemia

Mesmo diante de um dos períodos mais tenebrosos da história da aviação, a Airbus entregou no último mês de setembro 57 aeronaves comerciais, o melhor resultado de 2020. No acúmulo do ano o fabricante totalizou 341 aeronaves entregues, sendo dezoito A220, 282 família A320, nove A330 e 32 A350. O resultado até o momento representa uma redução de 40% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram registradas 571 entregas.

Ainda assim, o resultado de setembro reflete uma melhora na confiança de algumas empresas aéreas, comparado aos meses que marcaram o pior período da crise criada pela pandemia, quando foram entregues catorze aviões em abril, 24 em maio, 36 em junho, 49 e julho e 39 em agosto.

Para os três primeiros trimestres de 2020, a Airbus registrou um total de 300 pedidos líquidos de aeronaves, uma considerável alta em comparação com 127 pedidos líquidos no período equivalente de 2019.

A Airbus ainda se beneficiou da posição da família A320neo, que com a suspenção de voos do rival 737 MAX, se tornou o único modelo da categoria a pronta entrega.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 13 de Outubro de 2020 às 15:30


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A320 A330 A350 A220 Boeing 737 MAX 737 MAX covid-19 pandemia