Novo escritório dos ares

Airbus lança jato de negócios com cabine com 73 metros quadrados

Derivado do A220 o ACJ TwoTwenty pretende concorrer com os aviões de cabine larga e longo alcance


Airbus A220 TwoTwenty o novo jato de negócios da Airbus

TwoTwenty é a versão destinado ao mercado corporativo derivada do A220

A Airbus anunciou o lançamento de um jato de negócios baseado no A220 denominado ACJ TwoTwenty. De acordo com o fabricante o modelo abre um mercado totalmente novo chamado de The Xtra Large Bizjet, onde passa a oferecer um catálogo de cabine flexível, atendendo aos requisitos das categorias de jatos executivos de grande porte e longo alcance. 

A Airbus aposta na maior capacidade do ACJ TwoTwenty em relação aos jatos de negócios rivais, que mesmo contando com a mesma área e utilizando as mesmas pistas oferece o triplo de espaço na cabine, além de possuir um terço dos custos operacionais.

O fabricante europeu afirma que o ACJ TwoTwenty alia o alto desempenho da família A220, como baixo custo operacional, com elevada disponibiliade e alcance intercontinental. O ACJ TwoTwenty pode voar até 5.650 nm (10.500 km), podendo conectar diretamente pares de cidades como São Paulo e Londres sem escalas.

“Estamos orgulhosos de estender a família de produtos ACJ com o lançamento do ACJ TwoTwenty. A aeronave combina alcance intercontinental, espaço pessoal incomparável e conforto para todos os passageiros”, disse Benoit Defforge, presidente ACJ. “Com base em seu atraente apelo de mercado, vemos uma demanda promissora por esta aeronave no crescente mercado de jatos executivos”.

A ampla cabine do Airbus A220 configurado como avião executivo

O novo avião tem uma cabine com 73 m², podendo ser configurado em seis amplas zonas, incluindo suíte, sala de estar, área de reuniões, entre outros. A capacidade máxima é para 18 passageiros, em uma configuração bastante confortável, superando a maioria dos jatos de negócios na mesma faixa de alcance e capacidade. 

Porém, por ser derivado de um avião comercial o ACJ TwoTwenty depende de uma maior infraestrutura para operar, ao contrários dos rivais projetados como aviões de negócios.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 7 de Outubro de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A220 jatinho ACJ ACJ TwoTwenty avião de negócios São Paulo