Longo curso e fuselagem estreita

Airbus inicia produção de componentes do A321XLR

Montagem do protótipo ocorrerá em uma linha dedicada e avança dentro do cronograma


A321XLR pretende disputar o mercado dos Boeing 757 que estão sendo aposentados

A Airbus iniciou a produção dos primeiros componentes do A321XLR, a versão de longo alcance do maior membro da família A320. A previsão é que ao longo do ano sejam montadas as seções traseira da fuselagem e o tanque adicional, acomodado na seção centra-traseira.

A Airbus deverá utilizar uma linha de produção dedicada aos protótipos, evitando que contratempos no processo possa comprometer o andamento do programa ou gerar problemas na produção dos demais aviões que são montados em Hamburgo.

Mesmo estruturalmente o A321XLR sendo praticamente idêntico aos demais A321, as mudanças necessárias para expandir seu alcance exigem maior atenção nas seções traseira e central, especialmente quanto ao sistema de gerenciamento de combustível.

Os componentes principais do novo tanque central traseiro, que ficará montado na barriga do avião, em uma linha próxima ao bordo de fuga das asas, está sendo concluído pela Premium Aerotec Group, uma das fornecedoras da Airbus. A empresa alemã ainda trabalha na montagem de demais componentes da fuselagem central e traseira, que devem ser entregues nas próximas semanas para a Airbus.

O fabricante europeu planeja concluir a montagem dos principais componentes das seções dianteiras, central e asas até o final de 2020, permitindo iniciar as primeiras fases da campanha de certificação no próximo ano.

A linha de produção está localizada em Hamburgo, na Alemanha, onde já existe uma linha de montagem da família A320. Com o fim da produção dos gigantes A380, a Airbus deverá ampliar o espaço destinado a seus demais produtos, incluindo o A321XLR, que está entre os modelos mais vendidos do consórcio europeu.

O A321XLR deverá permitir os operadores realizarem voos de longo curso, voando sem escalas entre as principais cidades da Europa e a costa leste dos Estados Unidos, assim como do nordeste brasileiro para a maior parte das cidades da América do Norte.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 3 de Fevereiro de 2021 às 15:30


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Airbus Boeing A320neo A321 A321XLR 757 Hamburgo fuselagem