Aviação Comercial

Abesata vê com otimismo dados da SAC

Relatório mostra perspectivas de crescimento para todo o setor aéreo


Os dados apresentados pela SAC (Secretaria de Aviação Civil) em Brasília, revelam o potencial de crescimento da aviação brasileira, mesmo diante da crise. Para o presidente da Abesata (Associação Brasileira das Empresas Auxiliadores do Transporte Aéreo), Ricardo Aparecido Miguel, o relatório é um estímulo para o segmento de ground handling.

O executivo acompanhou a apresentação dos dados da pesquisa “O Brasil que voa”, feito por Guilherme Ramalho, secretário executivo da SAC, e depois ouviu atentamente a fala do Ministro Eliseu Padilha.
 
“Pensar que temos mais 252 cidades com potencial para ter rotas regulares bem sucedidas em termos de ocupação é um alento para o segmento das empresas de serviços auxiliadores do transporte aéreo”, disse Miguel. Isso porque o setor precisa da expansão dos voos e dos aeroportos para poder crescer. Miguel se disse praticamente impressionado com a estimativa trazida pelo levantamento de quem em 2034 serão 600 milhões de passageiros ao ano.

Da redação

Publicado em 22 de Outubro de 2015 às 19:00


Notícias Abesata