Mais rápido que o som

United Airlines encomenda novo avião supersônico

Pedido prevê quinze aviões Overture que deverão ser entregues até o final da década


Overture nas cores da United

Overture promete ser o primeiro avião comercial supersônico após o Concorde

A Boom Supersonic e a United Airlines assinaram um acordo para a compra de quinze Overture, o novo avião supersônico de transporte de passageiros em desenvolvimento avançado.

O documento formalizado permite uma sustentabilidade cooperativa entre ambas empresas, incluindo um provável novo cliente ao programa Overture. Segundo o acordo, a United Airlines se compromete a comprar quinze Overture, desde que o avião atenta uma série de requisitos de segurança, operação e sustentabilidade. Em nota oficial as duas companhias afirmam que trabalharão juntas para atender os requisitos antes das entregas. Além disso, a empresa manteve uma opção de compra para mais 35 aeronaves do mesmo modelo.  

O Overture deverá ser o primeiro avião comercial supersônico desde o Concorde, sendo ainda um dos primeiros projetos criados já baseado em novos requisitos operacionais e de combustíveis, com expectativa de utilizar apenas combustível de aviação sustentável (SAF, na sigla em inglês).

Segundo o fabricante, o Overture deverá realizar sua apresentação em 2025, com o primeiro voo ocorrendo no ano seguinte, enquanto os voos comerciais devem começar até 2029.

O programa está em fase avançada de desenvolvimento, com o demonstrador de tecnologia tendo sido apresentado no final de 2020. Ao longo dos próximos meses a Boom Supersonic espera iniciar os primeiros voos experimentais, validando conceitos aerodinâmicos avançados, incluindo a capacidade do avião em direcionar para as camadas mais altas da atmosfera o estrondo sônico, evitando assim problemas de ruído sobre áreas habitadas.

O Overture deverá ser um avião comercial capaz de voar a velocidades de Mach 1,7, quase o dobro da velocidade dos aviões comerciais atuais, com alcance 4.250 nm (7.800 km). Voos internacionais de médio alcance, como entre a costa leste dos Estados Unidos e a Europa, poderão ser realizados em pouco mais de 3h30, ante quase 7 horas dos aviões atuais.

"A United continua sua trajetória para construir uma companhia aérea mais inovadora e sustentável. Os avanços atuais em tecnologia estão tornando mais viável a inclusão de aviões supersônicos”, destacou Scott Kirby, CEO da United.

Por ora, o Overture terá capacidade para até 50 assentos em classe executiva, oferecendo assim um serviço premium em rotas de alta demanda de passageiros de negócios. Um dos entraves do voo supersônico é sua viabilidade econômica, visto o elevado custo operacional. A opção por uma configuração executiva com menor número de assentos busca atender a demandas especificas de rotas com elevada procura de viajantes frequentes, sobretudo aqueles que realizam negócios em diferentes continentes.

"O primeiro contrato de compra do mundo para aeronaves supersônicas de carbono zero marca um passo significativo em direção à nossa missão de criar um mundo mais acessível", disse Blake Scholl, fundador e CEO da Boom Supersonic.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 3 de Junho de 2021 às 08:40


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação United Airlines Overture Boom Supersonic voos supersônico Concorde