Segurança

United Airlines continua em evidência, agora por quebra potencial de segurança

Código de acesso ao cockpit colocado – acidentalmente – online


A United Continental Holdings proprietária da United Airlines e United Express, avisou aos pilotos que aplicassem as normas de segurança existentes, inclusive a confirmação visual de identidade antes de permitir a entrada na cabine, de qualquer pessoa, mesmo quando esta utiliza o código correto de acesso na fechadura da porta do cockpit.

O código de acesso às portas foi postado acidentalmente num website público, por um comissário de voo. A Associação de Pilotos de Linha Aérea, que representa 55.000 pilotos nos Estados Unidos e Canadá, informou pouco depois que o problema foi solucionado.

O notável desta quebra de segurança é que ela foi cometida por um erro humano e não por um hacker, o que poderia ser esperado. Mostra ainda quão vulneráveis são as portas de acesso aos cockpits.

Por outro lado, também existe potencial perigo quando o acesso ao cockpit é “impenetrável”, como mostrou o trágico acidente com a Germanwings, quando copiloto que o provocou barrou a entrada do comandante. Ter sempre dois tripulantes no cockpit também não parece uma solução definitiva.

E quanto ao erro humano... em menor ou maior grau este sempre existirá.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 16 de Maio de 2017 às 13:34


Notícias United Airlines