Super Tucano pode ser vendido à Nigéria

Estados Unidos planejam apoio militar no combate ao Boko Haram


Os Estados Unidos devem aprovar a compra de doze A-29 Super Tucano para a Nigéria. O objetivo é auxiliar o governo de Muhammadu Buhari no combate às forças do grupo extremista Boko Haram.

As aeronaves devem ser produzidas na unidade da Embraer nos Estados Unidos, assim como o lote destinado recentemente as forças do Afeganistão. As aeronaves foram adquiridas dentro do programa LAS (Light Air Support), para a força aérea dos Estados Unidos e foram produzidas pela Embraer e seu contratante principal, a Sierra Nevada Corporation.

Washington também tem aumentado a atividade dos serviços de inteligência, vigilância e reconhecimento contra militantes radicais na região, e planeja providenciar maior treinamentos para as forças armadas nigerianas. A venda dos Super Tucano para a Nigéria pode ocorrer dentro da política norte-americana atual em relação ao suporte aos países do norte e oeste da África na luta contra grupos extremistas.

O Congresso norte-americano ainda não foi formalmente notificado sobre a possível aprovação da venda das aeronaves à Nigéria. No entanto, fontes do Pentagono afiram que o acordo prevê o envio de uma versão básica do Super Tucano, que possa atuar estritamente em combate de apoio aproximado. A intenção é evitar que um futuro governo empregue as aeronaves contra a população numa hipotética guerra étnica ou mesmo civil. Atualmente o presidente Muhammadu Buhari tem conduzido um amplo processo de reorganização e combate à corrupção generalizada nas forças armadas nigerianas.

Da redação

Publicado em 9 de Maio de 2016 às 15:00


Notícias Embraer Sierra Nevada Super Tucano A-29 USAF