Olho no espaço

Satélite da Airbus permitirá monitorar vento ao redor do globo

Projeto auxiliará meteorologistas de todo o mundo a compreender melhor a dinâmica do clima


O Aeolus, satélite de observação de ventos da Agência Espacial Europeia, foi lançado com sucesso de Kuru, na Guiana Francesa e passará por uma série de testes em sua órbita operacional a 320 km antes de iniciar suas operações.

O satélite, construído pela Airbus, é o primeiro capaz de realizar observações de perfis de componentes de vento global e diariamente, e praticamente em tempo real. A nave espacial de 1,4 tonelada carrega o sistema LIDAR (Detecção de Luz e Variação, da sigla em inglês) que utiliza efeito Doppler para determinar a velocidade do vento em diferentes altitudes. O sistema dispara um pulso de laser ultravioleta através da atmosfera e através de um usando um grande telescópio com 1,5 metro de diâmetro capta a luz retrodispersada pela atmosfera. As informações são analisadas no próprio satélite por receptores altamente sensitivos para determinar a alteração Doppler do sinal em camadas em diferentes alturas da atmosfera.

Os dados do Aeolus irão oferecer informações confiáveis sobre o perfil de ventos em uma escala global, auxiliando meteorologistas na melhora do rigor da previsão do tempo e também para climatologistas entenderem melhor a dinâmica global da atmosfera terrestre.

Ao longo de 24 horas, o Aeolus irá realizar 15 voltas ao redor da Terra, com entrega de dados a usuários dentro de 120 minutos a partir da avaliação mais antiga em cada órbita. O ciclo de repetição da órbita é de 7 dias (a cada 111 órbitas) e a espaçonave terá uma vida útil de três anos.

Da redação

Publicado em 27 de Agosto de 2018 às 18:00


Notícias Airbus