Olhos nos céus

Saab vende mais dois aviões 'espiões' para os Emirados Árabes

Pedido adicional para o GlobalEye é avaliado em US $ 1 bilhão


GlobalEye dos UAE

GlobalEye é baseado no avião de negócios Global 6000 da Bombardier

A Saab formalizou um novo contrato com os Emirados Árabes Unidos para mais dois aviões da plataforma GlobalEye, avaliados em US$ 1 bilhão. O acordo é uma extensão de um pedido firmado em 2015.

O Saab GlobalEye é uma plataforma de alerta aéreo antecipado baseado no jato de negócio canadense Global 6000, da Bombardier. Os aviões são equipados com sensores de vigilância e um radar de longo alcance, que permite rastrear alvos e monitorar o espaço aéreo.

“Estamos orgulhosos que os Emirados Árabes Unidos continuem a mostrar grande confiança na Saab e em nossas soluções. O programa GlobalEye está funcionando de acordo com o planejado e temos uma cooperação eficiente com o cliente”, afirmou Micael Johansson, Presidente e CEO da Saab.

A força aérea dos Emirados Árabes Unidos recebeu seu primeiro avião multissensorial GlobalEye em maio de 2020, que fornece simultaneamente soluções de vigilância aérea, marítima e terrestre.

A plataforma é similar a solução E-99 e R-99B, utilizados pelo Brasil. Porém, o GlobalEye realiza todas as funções utilizando a mesma aeronave. As duas novas aeronaves devem ser concluídas em 2025, com os trabalhos de conversão ocorrendo nas cidades suecas de Gotemburgo, Linköping, Arboga, Järfälla e Luleå e em também em Centurion, na África do Sul.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 6 de Janeiro de 2021 às 13:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Global Global 6000 Bombardier Saab GlobalEye Emirados Árabes