Suporte pós-venda

Russos abrem centro de manutenção de helicópteros no Peru

Acordo prevê manutenção de 40 aeronaves da força aérea peruana pela Russian Helicopters


Conhecido pela pouca confiabilidade no suporte pós-venda, a indústria aeronáutica russa trabalha para melhorar sua rede internacional de manutenção. A Russian Helicopters inaugurou um novo centro de reparo e manutenção em Lima, no Peru.

O complexo atende a família de helicópteros militares Mil, utilizado pela força érea peruana. O acordo prevê um contrato de cinco ano, para reparo de 40 helicópteros no período. Além disso, a empresa poderá prestar suporte a aeronaves Kamov e Kazan, inclusive de operadores civis e militares de países operadores em toda a América Latina.

“O Helicentro Peru iniciou seu trabalho tendo como base o Serviço de Manutenção da Força Aérea Peruana (SEMAN) em Lima. O Centro foi erguido com a participação do Grupo Russian Helicopters (parte da corporação estatal hi-tech Rostel) e será responsável pela manutenção dos helicópteros Mi. “A vantajosa posição geográfica do Peru e a reserva da capacidade de produção tornam possível considerar serviços para outras nações da região”, confirmou Andrei Boginski, CEO do da Russian Helicopters.

Atualmente o Peru é o maior importador de helicópteros russos na América Latina, operando mais de 100 aeronaves.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 12 de Dezembro de 2018 às 14:00


Notícias Kamov Russian Helicopters Rostec Mil Kazan