AERO Magazine

Al-Concordisk

Rússia e Emirados Árabes podem projetar avião supersônico derivado do bombardeiro Tu-160

Empresas árabes estão interessadas em uma solução que permita voar acima de Mach 2 em voos de longa distância

Da redação em 12 de Julho de 2019 às 13:00

Russos podem criar avião supersônico civil derivado do bombardeiro Tu-160

A Rússia está negociando a construção de um novo avião supersônico civil em parceria com os Emirados Árabes Unidos. O objetivo é viabilizar recursos para o desenvolvimento e produção de uma aeronave com capacidade superior ao Tupolev Tu-144, desenvolvido nos anos 1960.

Inicialmente o projeto seria custeado pelo fundo soberano Mubala, enquanto o projeto de desenvolvimento e produção ficaria a cargo da estatal russa United Aviation Corporation (OAK, na sigla em russo). O objetivo é apresentar um projeto já em meados de 2022, quase 55 anos depois do Tu-144, até hoje um dos maiores fracassos da pujante indústria aeroespacial soviética.

LEIA TAMBÉM

DERIVADO CIVIL DO Tu-160

Em 2018, durante um teste de voo com uma versão modernizada do bombardeiro supersônico Tupolev Tu-160, o presidente russo, Vladmir Putin, sugeriu uma versão civil derivada do modelo. A vantagem é utilizar vários sistemas e soluções já existentes, mas esbarra na necessidade do redesenho de todo o projeto básico. A OAK acredita que poderia desenvolver uma solução que pudesse atender aos requisitos civil ao mesmo tempo que pode reaproveitar grande parte do que já existe no bombardeiro.

Desenvolvimento do Tu-144 foi um dos mais desafiadores da União Soviética e sobraram problemas técnicos e acusações de espionagem

Um dos entraves para uma versão derivada do Tu-160 são as severas leis ambientais existente em quase todos os potenciais mercados do avião, em especial na Europa e Estados Unidos. O elevado ruído e emissões de poluentes do Tu-160 teriam poucas chances de serem aprovadas por órgãos governamentais.

Um futuro avião comercial supersônico de grande capacidade poderá ser um diferencial para as empresas árabes, que tem grande interesse em alavancar o projeto. Todavia, cientes da necessidade de cumprir requisitos ambientais e de segurança existente nos seus principais destinos internacionais.

VARIAÇÃO CIVIL DO XB-70 VALKYRIE

Um dos mais curiosos projetos da concorrência para um supersônico norte-americano foi o NAC-60. A North American havia investido milhões de dólares e anos de estudo no projeto do bombardeiro estratégico supersônico XB-70 Valkyrie. O gigantesco avião era impulsionado por seis motores GE YJ93-GE-3, que geravam nada menos que 28.000 lbf de empuxo unitário, permitindo ao bombardeiro experimental ultrapassar Mach 3. Contudo, o projeto era tão complexo que sua viabilidade era quase nula. Um acidente com um dos protótipos levou ao cancelamento imediato do programa. A proposta inicial da North American foi oferecer um avião derivado do Valkyrie, em uma versão simplificada do projeto, que continuava tão inviável que nem sequer foi levado em frente.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO


Notícias Tupolev OAK UAC United Aircraft Company Tu-144 Tu-160 XB-70 Concorde


COMO ESCOLHER SUA AERONAVE

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
Digital
1 ano
Digital
2 ano

Assine InnerImpressaImpressaDigitalDigital
1 ano2 anos1 ano2 ano
Edições12241224
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 432,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 100,00
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 332,00
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também 4 Pôsteres PORTA COPOS

Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas