Triste fim

Raro Boeing 747SP com interior VIP foi sucateado nos Estados Unidos

Avião colidiu com estrutura do hangar e foi declarado irrecuperável


Raro 747 executivo teve o seu derradeiro fim após a passagem de um furacão

Após ser declarado irrecuperável, um Boeing 747SP com interior VIP foi desmontado nos Estados Unidos. Durante um forte temporal a aeronave de luxo colidiu com a estrutura de um hangar em outubro do ano passado.

O veterano 747SP havia sido configurado com um luxuoso interior VIP e era operado pela rede de hotel e cassinos Sands Corporation. Utilizado especialmente no transporte de executivos da rede hoteleira e para atender hóspedes de alta renda e com elevada atração por jogos, o avião de matrícula VQ-BMS aguardava uma manutenção programada em um hangar no aeroporto internacional de Chennault, na Louisiana, quando um vendaval atingiu o local.

A extensão dos danos estruturais, somado ao custo de reparo elevado frente ao preço real do avião, tornou improvável sua recuperação. O avião que já acumulava 41 anos de serviço tem um valor de mercado pouco atraente, custando geralmente menos que jatos de negócios de entrada. Segundo dados de mercado o preço médio de um 747SP, com configuração VIP é de aproximadamente US$ 7 milhões.

[Colocar Alt]

Na ocasião do incidente na Louisiana, o furacão Laura atingiu a região causando grandes danos não só nos hangares, mas também em aeronaves que estavam no local, incluindo o 747SP, além de atingir também um Boeing 737 BBJ que estava próximo.

Na ocasião o avião também colidiu com o 747 VIP causando danos diversos, como uma avaria sob o nariz do Jumbo.

A aeronave era pertencente à rede de cassinos Sands Corporation, do bilionário Sheldon Adelson, que controla os cassinos The Venetian e The Palazzo, em Las Vegas, além de outros negócios ao redor do mundo.

O bilionário utiliza diversas aeronaves luxuosas, incluindo dois 747SP, que faziam parte das últimas sete unidades (agora seis) restantes do modelo ainda em operação.

Saiba mais...

A série 747 SP (Special Performance) foi projetada como uma versão encurtada do 747-100, oferecendo maior alcance, mas seu elevado custo operacional levou a Boeing produzir apenas 45 jatos.

O VQ-BMS foi entregue para a Pan American Airways em meados de maio de 1979, recebendo o nome de batismo China Clipper. Em 1995 o avião foi convertido como aeronave VIP, sendo utilizada pelo sultanato de Brunei e na sequência pelo governo do Bahrain, até ser vendido para a Sands Corporation, em 2008.

Ainda que ofereça um grande espaço interno, permitindo a instalação de um luxuoso interior, a idade avançada do 747SP, somado a existência de modelos com capacidade superior, tornou o uso do veterano Jumbo uma excentricidade.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 11 de Junho de 2021 às 11:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Boeing 747 747SP Cassino Las Vegas 737 BBJ