Foco no mercado internacional

Raro A330-800 recebe a exótica e original pintura da Uganda Airlines

Empresa africana é uma das três únicas a operar com a variante de menor capacidade da família A330neo


Airbus A330-800 da Uganda Airlines deixa hangar de pintura na França

Uganda Airlines será um dos primeiros e únicos operadores do A300-800

A Uganda Airlines está prestes a receber a sua primeira unidade do A330-800, a versão de menor capacidade da família A330neo. A Airbus divulgou as primeiras imagens do avião recém-pintado, ostentando as cores patrióticas de Uganda, em um padrão bastante marcante e original.

Coma expectativa de receber a primeira unidade do A330-800 em dezembro, a Uganda Airlines pretende inaugurar a sua  primeira rota de médio e longo alcance, finalmente voando além dos limites regionais. Atualmente, a companhia da África Oriental voa com apenas quatro unidades do Bombardier CRJ 900, responsáveis por realizar os voos em nove rotas.

“Nosso objetivo principal é ter três conexões com mercados estrangeiros, sendo Dubai [nos Emirados Árabes], Londres [Inglaterra] e também, o chinês em Guangzhou”, disse Cornwell Muleya, CEO da Uganda Airlines.

Por conta da crise do coronavírus, a montagem da aeronave atrasou dois meses. O A330neo recebeu recentemente a pintura de seu novo operador e deverá nas próximas semanas passar por testes de solo e voo, antes de ser entregue para a empresa africana.

Airbus A330-800 da Uganda Airlines

O A330-880 conquistou poucos clientes desde seu lançamento, com apenas onze pedidos firmes, sendo dois da Uganda Airlines, além de oito pedidos feitos pelo Kuwait e uma única unidade encomendada pela Air Greenland, companhia aérea da Groenlândia. 

O A330neo foi apresentada em julho de 2014, em duas variantes a -800 ligeiramente maior que a série -200 e o -900, versão de maior capacidade da família A330. Os novos jatos contam com os motores Rolls-Royce Trent 7000, oferecendo, segundo o fabricante europeu, uma economia de 25% no consumo de combustível por assento, em comparação às aeronaves de geração anterior, além do alcance estendido em 1.500 nm (2.780 km)

Diferente do sucesso da versão -900, a variante -800 sofreu inúmeros atrasos na sua certificação, com a primeira unidade sendo entregue apenas no próximo mês de novembro para companhia aérea estatal do Kuwait.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 16 de Outubro de 2020 às 16:30


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A330neo Uganda Airlines Kuwait Airways África voos internacionais pandemia Uganda