Custou caro

Passageiro é multado em quase R$ 270 mil por ameaçar comissária

Caso aconteceu em um voo entre os Estados Unidos e o Japão


Boeing 787 da United Airlines

Passageiro foi desembarcado após agredir e ameaçar tripulação em um voo para o Japão

Um passageiro embriagado agrediu uma comissária durante um voo internacional, após ser desembarcado foi julgado e condenado a pagar uma multa de quase US$ 50.000 (R$ 270.000).

O caso ocorreu em fevereiro de 2020, uma viagem entre Los Angeles, na Califórnia, e Tóquio, quando Seksan Kumtong, que já estava embriagado começou a bater na porta de um dos banheiros da aeronave. Uma comissária notou a confusão e tentou direcionar o passageiro para outro banheiro que estava livre.

Porém, Kumtong reagiu tentando, sem sucesso, empurrar a comissária de bordo e em seguida voltou ao seu assento. Segundo relatos ele teria dormido na sequência, mas após acordar pediu mais bebidas alcoólicas, o que foi negado pela tripulação. Ele então agrediu a comissária líder no rosto e tentou jogá-la no chão, dizendo "vou matar você".

Multa representa quase o valor de dois Ford Mustang nos Estados Unidos

Por conta disso, o avião foi desviado para o aeroporto Ted Stevens (ANC), em Anchorage, no Alasca, onde o passageiro foi desembarcado por autoridades locais.

Após comparecer ao tribunal, Kumtong foi condenado a cinco anos de liberdade condicional e uma multa de US$ 49.793 (aproximadamente R$ 270.000). Ele se livrou da prisão por estar no grupo de risco para a covid-19, por ter diabetes, mas arcou com a pesada multa. Para fins de comparação, um Ford Mustang de entrada custa a partir de US$ 27.000 nos Estados Unidos.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 23 de Fevereiro de 2021 às 14:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Mustang Ford comissária Japão Anchorage Alasca