Parceria entre TAP e Azul apresenta resultados

Companhias devem ampliar frota em conjunto e expandir malha internacional


A sinergia entre a Azul e a TAP começou apresentar seus primeiros resultados. Com a sociedade entre ambas empresas permitiu a companhia brasileira se adaptar rapidamente ao cenário adverso no país. Com a retração do mercado doméstico brasileiro a Azul pode enviar a TAP 19 aviões (entre ATR-72 e Embraer 190) que devem recompor e modernizar a frota da companhia portuguesa.

Ao mesmo tempo, a parceria possibilitou a TAP realizar um pedido firme a Airbus, para 53 aviões, que inclui os novos A330-900neo. A empresa será a primeira do mundo a receber o modelo, em 2017. Com o alivio nas pressões no mercado brasileiro, a Azul poderá concentrar seus esforços em sua ampliação no mercado internacional. Após dúvidas com relação ao inicio da operação do A350 WXB, a empresa deve manter os planos para receber o primeiro no primeiro semestre do ano que vem.

A Azul chegou a cogitar realizar o aluguel das novas aeronaves antes mesmo de recebe-los, reduzindo assim sua exposição a grandes contratos de leasing num momento de alta do dólar no Brasil, aliado a baixa procura por viagens internacionais.

A TAP também realizou algumas mudanças estruturais, como a mudança de sua marca regional, passando a se chamar TAP Express, no lugar de Portugália. Além disso, passará a ter maior presença no mercado norte-americano. Passando a voar para Boston  e Nova York, podendo aproveitar sua parceria com a United Airlines, através da Star Alliance, para ampliar sua oferta no mercado dos Estados Unidos.

Da redação

Publicado em 11 de Abril de 2016 às 08:00


Notícias Azul TAP Airbus A330neo A350 XWB