Jatinho nada!

Novo jato de negócios tem cabine da altura do astro do basquete Michael Jordan

Dassault lançou hoje em Paris o Falcon 6X, que será capaz de voar de São Paulo a Genebra sem escalas e receberá motores Pratt&Whitney


 
A Dassault Falcon apresentou hoje para um seleto grupo de jornalistas em Paris seu novo avião de negócios. Com capacidade para voar mais de 10.000 km (5.500 nm) e cabine de 1,98 m de altura, o 6X, como foi batizado, substitui o 5X, trazendo uma série de novidades, sobretudo de conforto.
 

Uma das maiores alterações no projeto foi o redesenho da fuselagem, que passa a ter 1,98 m de altura e 2,18 m de largura, o que a torna a mais ampla entre os jatos de negócios dedicados - ou seja, sem considerar modelos Boeing e Airbus convertidos, por exemplo.
 
Para se ter uma ideia, um jogador de basquete, como o astro Michael Jordan, ficará de pé na cabine sem precisar inclinar a cabeça para não batê-la no teto.  
 
Assim como nos demais modelos da serie X da Falcon, o novo avião possui incrementos de performance, como as asas de elevado rendimento, que foram projetadas para tornar o avião mais veloz, econômico e silencioso.
 
 
Após uma série de problemas com os motores Snecma Silvercrest, que forçaram o cancelamento do programa 5X, a Dassault optou pelos motores Pratt & Whitney PW800, similares aos utilizados na familia G500/G600 da Gulfstream, em seu novo projeto.
 
A expectativa da Dassault é atender à demanda especialmente de clientes de países como o Brasil, por sua grande extensão territorial e a ampla necessidade de voos intercontinentais. Durante a cerimônia em Paris, a Dassault destacou a capacidade do Falcon 6X de voar sem escalas de São Paulo para Genebra, na Suíça, ou para Joanesburgo, na África do Sul. 
 
 
Por Christian Burgos, de Paris

Publicado em 28 de Fevereiro de 2018 às 15:48


Notícias