Acordo de US$ 5,4 bilhões

Novo caça brasileiro realiza primeiro voo na Suécia

Gripen E destinado a FAB recebe pintura especial e realiza voo de qualificação de sistemas


Novo caça destinado a Força Aérea Brasileira realiza primeiro voo na Suécia

O primeiro Gripen E brasileiro realizou hoje seu primeiro voo. A aeronave designada como 39-6001 decolou às 14h41 (9h41 no horário de Brasília), da unidade de testes da Saab em Linköping, na Suécia.

O caça cumpriu uma vasta gama de ensaios em voo, incluindo testes de manobrabilidade e qualidade de voo em diferentes altitudes e velocidades. O principal objetivo foi verificar que o comportamento da aeronave estava de acordo com as expectativas. O teste foi conduzido pelo piloto de provas da Saab, Richard Ljungberg e teve duração de 65 minutos.

LEIA TAMBÉM

 “Este marco é um legado para a grande parceria entre a Suécia e o Brasil. Menos de cinco anos após a assinatura do contrato, o primeiro Gripen Brasileiro alçou seu primeiro voo”, disse Håkan Buskhe, Presidente e CEO da Saab.

Este é o primeiro destinado ao Brasil e será empregado como aeronave de testes no programa de ensaios em voo. A principal diferença em comparação com as aeronaves utilizadas na campanha sueca é que o 39-6001 dispõe de um cockpit com layout totalmente novo, adotado inicialmente pelo Brasil, que inclui display panorâmico, conhecido em inglês como Wide Area Display (WAD), dois Head Down Displays (HDD) e um novo Head Up Display (HUD). Outra diferença é o flight control system, que recebeu atualização das leis de controle para o Gripen E, incluindo pequenas modificações no hardware e no software.

“Como piloto, foi uma grande honra voar o primeiro Gripen E brasileiro, pois eu sei o quanto isso representa para a Força Aérea Brasileira”, comentou Richard Ljungberg, piloto de ensaios em voo. “Esta também foi a primeira vez que voamos com o WAD e estou feliz em dizer que minhas expectativas foram atendidas”.

O WAD foi inicialmente escolhido pelo Brasil, utilizando uma arquitetura similar à adotada pelo caça de quinta geração F-35 Lightning II. A Suécia após diversos testes também optou por empregar o recurso nos seus futuros Gripen E.

O Gripen 39-6001 se une ao programa de testes conjunto para futura expansão de envelope de voo e missão, assim como ensaio dos sistemas táticos e sensores.

De acordo com a FAB, ao chegar no Brasil o avião receberá a matrícula FAB 4100 e fará parte das unidades operacionais.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação

Publicado em 26 de Agosto de 2019 às 13:00


Notícias Gripen Saab FAB Gripen NG Suécia caça