Agora vai?

“Nova” Alitalia já tem data para começar a voar

Ministério da Economia italiano planeja primeiros voos para 15 de outubro


A velha Alitalia pode deixar de existir em outubro, após 75 anos

A Italia Trasporto Aereo (ITA, na sigla em italiano), designada para substituir a Alitalia, já tem data para iniciar suas atividades. A previsão é que o primeiro voo comercial ocorra no dia 15 de outubro, o que coincidirá com o fim definitivo da veterana marca Alitalia.

Segundo o Ministério da Economia, a nova companhia surgirá após intensas discussões com a comissão executiva da União Europeia sobre a viabilidade operacional de criar uma nova empresa.

A Itália ainda negocia algumas regras referente a ajuda financeira que a Alitalia recebia do governo e que supostamente violava as regras do bloco. A companhia aérea, que foi recentemente recriada mantendo apenas o nome antigo, continua passando por graves problemas financeiros, agravados pela pandemia de covid-19.

"A discussão com a Comissão Europeia permitiu chegar a uma solução construtiva e equilibrada que garanta a descontinuidade necessária em relação às regras do bloco”, disse o órgão em nota.

O acordo para a criação da ITA prevê a redução do número de slots em diversos terminais europeus, principalmente nos aeroportos de Milão-Linate (LIN) e o internacional de Roma-Fiumicino (FCO). Estão previstas rotas para Nova York (JFK), Tóquio (NRT ou HND), Miami (MIA) e outros seis destinos na Europa.

A frota inicial será composta de sete aeronaves de fuselagem larga e 45 de fuselagem estreita. Mais 26 aviões estão previstos até o final do ano. Até 2025, o número de unidades pode chegar aos 105.

Quanto a Alitalia tudo indica que a principal companhia aérea italiana deixará de operar na véspera do lançamento da ITA, depois de 75 anos.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 17 de Julho de 2021 às 12:00


Notícias noticias noticias de aviação avião aeronave aviação Alitalia ITA Italia Trasporto Aereo União Europeia