Voando rápido e no prazo

Gulfstream avança na campanha de certificação do G700

Mesmo diante de um cenário desafiador criado pela pandemia projeto avança dentro do cronograma


Durante voos de teste um dos protótipos atingiu a incrível marca de Mach 0.99

A Gulfstream ultrapassou mais da metade da campanha de ensaios em voo do novo G700. O jato de negócios de cabine larga e ultralongo alcance deverá se tornar o maior e mais sofisticado da linha de aeronaves do fabricante.

Os testes em voo envolvem cinco protótipos, que avançam rapidamente no processo de validação de dados, com previsão de certificação em meados de 2021. Atualmente a Gulfstream trabalha em testes de aviônica, considerado um dos principais sistemas dos aviões modernos.

Um dos desafios atuais da Gulfstream é manter o ritmo de ensaios, em voo e em solo, dentro das restrições causadas pela pandemia nos últimos meses. Soma-se ainda as novas normas da FAA, a agência de aviação civil dos Estados Unidos, que ampliou sua atuação no processo de certificação após os graves problemas enfrentados pelo 737 MAX.

Mesmo mantendo as mesmas e rígidas regras de certificação, a FAA passou atuar de forma mais presente em todo o processo, demandando maior tempo e preparo para execução de cada etapa na campanha de ensaios. A Gulfstream se beneficia de um complexo sistema próprio de validação de dados, realizados por softwares específicos, que validam a maior parte dos ensaios antes mesmo de sua execução. Os testes em laboratório ou no ar geralmente corroboram os dados gerados por computador.

O G700 é o maior avião da família de jatos de negócios da Gulfstream. O modelo foi apresentado ao público na última NBAA-BACE 2019, que ocorreu em Las Vegas. A aeronave terá cinco zonas de cabine, rivalizando com os canadenses Global 7000 e 8000, da Bombardier, oferecendo ainda alcance de 7.500 nm (13.900 km).

Recentemente um dos protótipos atingiu a marca de Mach 0.99, ou seja, próximo da velocidade do som, voando a aproximadamente 1.222 km/h. Como referência, velocidade do som (Mach 1) é em torno de 1.234,8 km/h.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 26 de Novembro de 2020 às 09:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Boeing 737 MAX Gulfstream G700 Bombardier Global 7000 Global 8000 FAA