Renovação e ampliação

Grupo Air France-KLM negocia a compra de até 160 aviões

Acordo deverá envolver pedido conjunto com Airbus e Boeing


Pedido será o maior da historia do grupo Air France-KLM

O grupo Air France-KLM enviou está negociando com a Airbus e a Boeing para a aquisição de até 160 aeronaves, destinadas a renovar e ampliar as frotas da KLM e da Transavia, empresa aérea de baixo custo do grupo.

Um pedido combinado de aviões de ambos os fabricantes deverá romper com a hegemonia da Boeing na frota da KLM e Transavia.

A filial francesa da Transavia possui uma frota de cinqueta 737-800 com idade média de nove anos, enquanto a filial holandesa possui 43, além de quatro 737-700, todos com idade média de 18 anos. Além disso a KLM opera diversos modelos da Boeing, incluindo os 737, 777 e 787.

Porém, a divisão regional da KLM utiliza também aeronaves da Embraer, incluindo os E-Jet E2.

"Nós fizemos um pouco nessa área [de renovação da frota], está na agenda desde 2004, mas nunca foi colocado em prática como é agora. Estou muito satisfeito por poder montar essa ordem, a maior da história do grupo”, disse o CEO do grupo, Ben Smith, em entrevista ao jornal Het Financieele Dagblad.

Por uma estratégia de negócios, enquanto a KLM e Transavia operam apenas modelos da Boeing, a Airbus está presente na frota da Air France. Ainda que não de forma exclusiva, os modelos europeus somam mais de cem aviões da família A320 e 25 dos modelos A330 e A350.

Ainda que não tenha sido definido o prazo para assinatura dos contratos ou quais aviões serão encomendados, a Air France-KLM espera iniciar uma importante renovação na frota de curto e médio alcance, sobretudo dos já veteranos A320ceo e 737 Next Generation.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 12 de Julho de 2021 às 13:00


Notícias noticias noticias de aviação klm air france boeing airbus aeronaves aviões