COVID-19

GOL inicia cancelamento de voos internacionais

Redução das operações da empresa podem chegar até 60% e devem durar até o dia 30 de junho


Gol vai cancelar malha internacional até o final de junho por efeitos do COVID-19

A Gol temporariamente vai interromper toda sua operação internacional, com medida vigorando até o dia 30 de junho. A empresa brasileira afirma que a medida tem como objetivo garantir a segurança dos seus clientes e funcionários, assim como adequar a malha ao novo cenário gerado pelo advento do COVID-19.

A restrição ainda visa acatar as restrições de viagem impostas pelas autoridades dos países nos quais a Gol opera. Algumas nações tem ampliado as restrições de viagem internacional e limitado o número de viajantes autorizados a desembarcar.

LEIA TAMBÉM

A empresa afirma que no panorama doméstico deverá adaptar sua oferta ao novo ritmo de busca por voos, podendo realiza uma redução de até 60% na malha. “Trata-se de um processo mais flexível e paulatino, que visa oferecer aos seus clientes a possibilidade de replanejar suas viagens com comodidade”, afirmou a Gol em comunicado. A expectativa é poder retomar as operações regulares após junho, ainda dentro de uma possível melhora na procura de voos ainda na alta estação.

Confira, abaixo, a relação de voos internacionais cancelados pela GOL e as respectivas datas de início da suspensão:

Argentina

Galeão (GIG)-Córdoba (COR): voo 7613 - última operação - 22/3.

Galeão (GIG)-Rosário (ROS): voo 7617 - última operação - 22/3.

Galeão (GIG)-Ezeiza (EZE): última operação 20/3.

Guarulhos (GRU)-Ezeiza (EZE): última operação 21/3.

Guarulhos (GRU)-Mendoza (MDZ): última operação 19/3.

Recife (REC)-Ezeiza (EZE): última operação 14/3.

Natal (NAT)-Ezeiza (EZE): última operação 16/3.

Salvador (SSA)-Ezeiza (EZE): última operação 14/3.

Fortaleza (FOR)-Ezeiza (EZE): última operação 14/3.

Bolívia

(Guarulhos) GRU-Santa Cruz de La Sierra (VVI): última operação 19/3.

Chile

Guarulhos (GRU)-Santiago (SCL): diurno (voos 7660 e 7663): última operação 20/3.

Guarulhos (GRU)-Santiago (SCL): voo 7662 - última operação 20/3; e voo 7661 (SCL-GRU) - última operação 21/3.

Santiago (SCL)-Guarulhos (GRU): última operação 21/3.

Recife (REC)-Santiago (SCL): última operação 14/3.

Equador

Guarulhos (GRU)-Quito (UIO): última operação 15/3.

Estados Unidos

Brasília (BSB)-Orlando (MCO): última operação 20/3.

Fortaleza (FOR)-Orlando (MCO): última operação 20/3.

Manaus (MAO)-Orlando (MCO): última operação 14/3.

Brasília (BSB)-Miami (MIA): última operação 19/3.

México

Brasília (BSB)-Cancún (CUN): última operação 20/3.

Paraguai

Assunção (ASU)-Guarulhos (GRU): última operação 20/3.

Peru

Guarulhos (GRU)-Lima (LIM): última operação 15/3.

República Dominicana

Guarulhos (GRU)-Punta Cana (PUJ): última operação 21/3.

Suriname

Belém (BEL)-Paramaribo (PBM): última operação 07/3.

Uruguai

Recife (REC)-Montevidéu (MVD): última operação 21/3.

Guarulhos (GRU)-Montevidéu (MVD): voo 7632 – última operação 20/03; e voo 7727 – última operação 21/3.

Guarulhos (GRU)-Montevidéu (MVD): voos 7630 e 7631 - última operação 21/3.

Galeão (GIG)-Montevidéu (MVD): última operação 19/3.


Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 17 de Março de 2020 às 15:30


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing 737 Covid-19 coronavírus Gol Estados Unidos Chile epidemia Argentina 737-800