Na contramão da crise

Bogotá é a nova rota internacional da SKY

Companhia chilena de ultrabaixo custo terá voos para Colômbia a partir de junho


SKY mantém confiança no mercado mesmo após surto do COVID-19

A companhia aérea chilena SKY, especializada no mercado de ultrabaixo custo, anunciou que passará a voar entre Santiago e Bogotá a partir de 1º de junho.

A divulgação da nova rota ocorre na contramão do mercado mundial de aviação comercial, que vem anunciando apenas cancelamentos dos voos após o surto de COVID-19. A nova rota ligando o Chile a Colômbia é terceira prometida pela companhia em 2020.

LEIA TAMBÉM

“Esta é a terceira rota internacional que lançamos em menos de dois meses e com isso seguimos ampliando nossa conexão internacional e colocando mais destinos ao alcance de todos”, disse a diretora comercial da SKY, Carmen Gloria Serrat.

O plano de expansão internacional da SKY segue na mesma direção da primeira etapa do processo de renovação da frota, que tem o ápice este ano, quando a companhia se converteu na primeira linha aérea low cost a América do Sul a ter uma frota 100% integrada pelos Airbus A320neo. A SKY espera transportar 27 mil passageiros para Bogotá em 2020.

“Ao ampliar a malha na América do Sul, mais pessoas terão possibilidade de voar e atravessar a cordilheira do Chile em direção a novos destinos internacionais, como a Colômbia”, disse Carmen.

Além da Colômbia, a SKY opera atualmente em cinco países sul-americanos: Chile, Uruguai, Argentina, Brasil e Peru, além do México.


Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 17 de Março de 2020 às 11:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A320 Sky low cost Bogotá Chile Santiago Colômbia coronavírus COVID-19