De barriga cheia

Gigante Antonov An-124 pousa novamente em Brasília

Aeronave trouxe para o país um volumoso maquinário destinado a indústria farmacêutica


An-124-100 faz sua segunda passagem por Brasília em um intervalo de apenas quatro meses | Fotos: Aeroporto de Brasília/Felipe Menezes

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

O Antonov 124-100, considerado o maior cargueiro de série do mundo*, realizou na última segunda-feira (24) mais uma passagem pelo aroporto de Brasília. A aeronave decolou de Mumbai, na Índia, e após duas escalas técnicas aterrissou às 5h da manhã na capital federal.

O cargueiro transportou cerca de 50 toneladas de equipamentos industriais de grandes dimensões para duas empresas privadas farmacêuticas. Os maquinários importados irão ampliar e modernizar seus respectivos parques industriais localizados em Anápolis, em Goiás, localizada distante 150 km de Brasília.

A operação atípica do Antonov 124 alterou a rotina no aeroporto e envolveu o uso de guindastes, equipamentos e equipes especializadas que foram empregadas na transferência das cargas da aeronave para caminhões. De acordo com a Inframerica, a operação seguiu todos os cuidados de higiene e precauções necessárias para evitar contaminação pela covid-19.

Desenvolvido em meados dos anos 1980, o An-124-100 se tornou a espinha dorsal do transporte logístico e estratégico da então União Soviética, servido inicialmente para o transporte de cargas militares, em especial ogivas nucleares e mísseis de grande porte.

Atualmente a Antonov pertence a Ucrânia, que herdou o complexo industrial com o colapso soviético. Até o desenvolvimento do An-225, uma variante de maior capacidade e destinado ao serviço espacial soviético, o An-124 era o maior avião do mundo em praticamente todos os requisitos.

Sua última aparição em Brasília havia sido em 2018, após um intervalo de nove anos. Contudo, em 2020 está é a segunda vez que o modelo pousa na capital federal, quando no início de abril transportou 40 toneladas de máscaras faciais, também destinadas para uma empresa privada.

O imponente cargueiro tem 65 metros de comprimento e 21 metros de altura até a ponta da sua cauda, são impressionantes 24 pneus, dando-lhe condições de pouso em diversos tipos de superfícies, incluindo pistas de terra, grama e contaminada com neve.

O piso de carga possui 1.050m³, o que comporta mais de 50 carros populares. A aeronave é especializada por transportar peças e equipamentos fora do padrão e de grandes dimensões.

*O An-225 embora seja o maior avião do mundo, não foi produzido em série, tendo apenas uma unidade concluída

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Gabriel Benevides

Publicado em 25 de Agosto de 2020 às 16:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Antonov An-124 Volga-Dnepr covid-19 Brasília aeroporto de Brasília BSB