São Paulo - Buenos Aires em 4 minutos

EUA testam míssil que poderá superar os 24.500 km/h

Arma hipersônica é resposta aos desenvolvimentos militares da China e Rússia


B-52H decola da Califórnia com protótipos do míssil hipersônico AGM-183A

  • Faça parte do grupo de AERO Magazine no Telegram clicando aqui

A força aérea norte-americana concluiu os ensaios de transporte do míssil hipersônico AGM-183A. O projeto ARRW, prevê o desenvolvimento de um míssil de resposta rápida, que pode superar a marca de Mach 20, aproximadamente 24.695 km/h.

O teste foi realizado utilizando um B-52H, batizado provocativamente de Dragon’s Inferno, em uma sugestiva referência a um dos potenciais rivais dos Estados Unidos, a China. A aeronave do 419º Esquadrão de Testes de Voo, decolou do centro de testes da força aérea norte-americana, na base aérea de Edwards AFB, Califórnia.

A aeronave contou com uma série de instrumentações que permitiram monitorar o desempenho do míssil embarcado. O objetivo é validar o desempenho do avião e do míssil em voo, o que é necessário para comprovar suas características e a integração com a aeronave.

Após uma série de voos próximo a Edwards, o avião voou para o chamado Point Mugu Sea Range, localizado ao norte de Los Angeles. O ensaio contou com testes do perfil de lançamento que será empregado no primeiro disparo real, previsto para ocorrer antes do final do ano.

O míssil AGM-183A poderá no futuro atingir velocidade superior aos 24.500 km/h

O míssil AGM-183A é uma resposta aos desenvolvimentos de armas hipersônicas pela Rússia e China, que tem se tornando uma ameaça cada vez maior as ambições norte-americanas. O sistema ARRW é um projeto de prototipagem rápida que pretende lançar uma arma operacional já no outono de 2022, caso não haja nenhum contratempo no desenvolvimento.

"Essa capacidade apoiará diretamente nossos combatentes. As armas hipersônicas permitem aos Estados Unidos manter qualquer alvo em risco em qualquer ambiente, em qualquer lugar”, alertou o general Tim Ray, comandante do Comando de Ataque Global da força aérea norte-americana.

A força aérea dos Estados Unidos adquiriu quatro AGM-183A para testes de fogo real, com ensaio inicial de sistemas completos programado para ocorrer em meados de outubro de 2021, marcando assim a última fase do desenvolvimento. Além disso, quatro misseis sobressalentes também foram encomendados, que caso o programa avance conforme o esperado deverão se tornar as primeiras armas operacionais do tipo.

O projeto de armas hipersônicas tem sido conduzido pela poderosa Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (Darpa, na sigla em inglês), que trabalha em uma série de conceitos que devem se tornar operacionais no curto prazo.

O conceito ARRW envolve o míssil sendo acelerado a velocidade hipersônica em grandes altitudes por um primeiro estágio, similar aos foguetes espaciais, propulsionado por combustível sólido. O sistema possui alertas de controle direcional dobráveis, ​​para reduzir as de transporte, sendo abertas em voo.

Detalhe do nome de batismo do B-52 utilizado nos ensaios com o AGM-183A, um alerta sobre um dos potenciais alvos

Ainda que os testes estejam sendo conduzidos em um B-52 adaptado para ensaios em voo, o AGM-183A poderá ser lançado por diversos outros aviões do arsenal norte-americano, incluindo o recém adquirido F-15EX.

Todavia, até o momento nenhum detalhe sobre o alcance ou desempenho real de velocidade foi divulgado, mas analistas acreditam que o alcance será de aproximadamente 1.000 nm (1.850 km) com velocidade próxima de Mach 7. Todavia, o conceito da Darpa sugere velocidades de até Mach 20 para o projeto.

Caso atinja a menor velocidade, de “apenas” Mach 7, o AGM-183A poderá percorrer os 1.852 km em aproximadamente 12 minutos e meio. Eventualmente caso atinja a sua máxima velocidade projetada, caso fosse lançado de São Paulo, o míssil atingiria Buenos Aires ou Aracaju em 4 minutos.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 11 de Agosto de 2020 às 12:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Boeing B-52 AGM-183A hipersônico Rússia China Estados Unidos Edwards AFB California missil