Cada dia menos A380 em voo

Emirates inicia plano de redução da frota de A380

Companhia árabe vai aposentar dois aviões e deverá iniciar a próxima década com 90 aeronaves do tipo


A380 é o principal avião da Emirates e voa inclusive em rotas de curta duração e grande demanda

A Emirates Airline iniciou a aposentadoria de dois A380, sinalizando o movimento para redução do modelo na frota ao longo dos anos. Com 112 aviões do tipo, a Emirates é a maior operadora do gigante europeu, mas deverá manter a frota estável mesmo tendo novas aeronaves para receber até 2024.

A empresa árabe pretende desativar dois aviões que o contrato de leasing se aproxima do final. A Emirates possui uma das mais jovens frotas de aviões do mundo, com renovação constante. Todavia, o A380 agora passa a ser substituído sem planos de ampliação da frota, ocorrendo o processo inverso, uma gradual redução do número de aviões em serviço.

LEIA TAMBÉM

Até o final da produção do A380, planejada para 2024, a empresa receberá mais onze aeronaves, quando passará a retirar de operação os aviões mais antigos. Ao longo da próxima década a frota deverá ter 90 aviões do modelo. Já em meados de 2030 é prevista a aposentadoria de todos os A380, que estão sendo gradualmente trocados por aeronaves menores, mas que contam com maior eficiência e permite manter grande parte da oferta de assentos. A Emirates possui pedidos para os Airbus A330neo, A350 e Boeing 777X e 787, que ao longo dos anos 2020 vão ampliar o número de modelos em serviço na companhia. Atualmente a Emirates utiliza apenas o A380 e os 777, sendo o Triple Seven o menor avião da frota.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação

Publicado em 6 de Setembro de 2019 às 16:00


Notícias Airbus A380 Boeing 777X 777 A350 A330neo 787 Dreamliner