Millennium

Embraer formaliza parceria com a Boeing no setor de defesa

Aeronave rebatizada de C-390 Millennium será comercializada pela Boeing Embraer - Defense


A Embraer e a Boeing anunciaram o nome da joint venture que deverá desenvolver e promover novos mercado para o cargueiro tático da fabricante brasileira. A nova empresa foi batizada de Boeing Embraer – Defense e terá controle de 51% da Embraer e 49% da Boeing. Outra mudança importante anunciada foi o novo nome do KC-390, que passa a ser comercializado como C-390 Millennium.

Segundo comunicado, a empresa estará operacional somente depois que a joint venture receber as aprovações dos órgãos regulatórios e cumprir com as condições para a conclusão das negociações.

LEIA TAMBÉM

“A Boeing Embraer – Defense irá se basear no histórico de colaboração entre nossas empresas, no setor aeroespacial comercial e de defesa, para agregar maior valor ao C-390 Millennium”, disse Marc Allen, presidente da Boeing para a parceria com a Embraer.

O C-390 Millennium é uma aeronave de transporte tático desenvolvida no Brasil, sendo capaz de executar uma variedade de missões, como reabastecimento aéreo, transporte de carga e tropas, lançamento aéreo de carga e paraquedistas, busca e salvamento, combate aéreo a incêndios e missões humanitárias.

FAB recebeu o primeiro C-390 Millennium em setembro. Segunda aeronave deverá ser entregue até o final do ano

Recentemente a Força Aérea Brasileira recebeu o primeiro C-390 Millennium, ainda sob o nome de KC-390. A entrega da segunda aeronave para a FAB está prevista para ocorrer antes do final do ano. Em agosto Portugal assinou um contrato para adquirir cinco aeronaves com entregas previstas para 2023.

O avião recebeu a Certificação Civil ANAC em 2018 e iniciou sua produção de série. A mudança de nome poderá permitir a comercialização do avião também no mercado civil, podendo substituir modelos convertidos como o Boeing 737 e 727. Uma das vantagens da aeronave é sua rampa traseira, que permite a movimentação de carga sem a necessidade de grande infraestrutura e uso de equipamentos pesados.

A parceria do C-390 Millennium é uma das duas joint ventures planejadas entre as empresas, ao lado do Boeing Brasil - Commercial que assume as operações de aviação comercial da Embraer. Ambas as joint ventures continuam sujeitas à aprovação regulatória e às condições habituais de conclusão das negociações. As empresas esperam que a transação seja concluída no início de 2020.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação

Publicado em 18 de Novembro de 2019 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Embraer Boeing KC-390 C-390 Millennium 737 727 Anac Boeing Brasil