Verificação minuciosa

Delta Air Lines se prepara para receber primeiro A321

Equipe da empresa aérea inspeciona aeronave na unidade da Airbus


A Delta Air Lines se prepara para receber seu primeiro Airbus A321, que deve substituir os Boeing 757 atualmente em uso pela companhia. O pedido foi realizado em 2013, com plano inicial para 30 aeronaves, posteriormente estendido para 45 pedidos firmes.

A adoção da nova aeronave levou a Delta a iniciar um complexo programa de recebimento do primeiro exemplar. Um dos destaques do processo de recebimento é a verificação completa de cada detalhe de toda a aeronave.

funcionário da Delta há 21 anos e muito atento a todos os detalhes, especialmente no que diz respeito à entrega de aviões para a empresa, o gerente geral de Frota, Brian Shea, é categorico, enquanto reclina a poltrona 17C: “São ativos de milhões de dólares que transportarão milhões de clientes sobre milhões de quilômetros ao decorrer de seus estimados trinta anos com a Delta”.


 

 

Entre as verificações feitas por Shea está a completa inspeção das funcionalidades de todos os sistemas destinados aos passageiros. Como verificar cada uma das mesas localizadas atrás dos assentos, testar os apoios de cabeças, abrir e fechar as janelas e os compartimentos superiores e assegurar que o sistema de entretenimento de bordo está funcionando como deveria. A equipe liderada por Shea inclui outros nove experts em suas respectivas áreas.

Vestidos com coletes laranjas e equipados com uma fita com o mesmo tom vibrante, a equipe verificou praticamente cada centímetro da cabine, marcando pequenos erros de produção – uma janela aberta emperrada e um assento com reclinação rígida, por exemplo.

Do lado de fora, Dan Treffert, técnico de manutenção, Rick Angell, especialista em garantia de qualidade, e Doug Selby, responsável técnico há 40 anos, são levantados no ar em guindastes, onde eles examinam cada superfície móvel e aerodinâmica, inspecionam centenas de rebites, parafusos e outras peças de conexão de ponta a ponta da aeronave. De volta ao solo, eles sobem até o trem de pouso e à central do sistema eletrônico da aeronave.

Selby, um homenageado pelo Chairman’s Club – a mais alta distinção da Delta, já participou de diversas entregas de aeronaves. Ele ajudou a inspecionar e entregar a primeira aeronave de fuselagem estreita Airbus que chegou à Northwest Airlines no final dos anos de 1980 e tem feito isso desde então.

Para ele, assegurar-se de que esta aeronave está em perfeitas condições é um prazer. “Trabalhei com uma equipe dos técnicos mais talentosos da área para a manutenção de nossas aeronaves e é empolgante conhecer este avião que transportará nossos clientes anos após eu me aposentar”.

Enquanto os lavatórios, cozinhas e assentos são inspecionados na cabine, os comandantes da Delta, Dave Vorgias e Pat Haake, estavam ocupados no cockpit verificando cada sistema da aeronave. Testando coisas simples como a luz de sinalização do cinto de segurança, até mais complicados como o teste do sistema hidráulico e de voo, eles saíram da cabine de pilotagem confiantes para voar a aeronave em seu primeiro voo teste com passageiros.

Ao final de doze horas de trabalho, a equipe não encontrou nenhum problema sério com a aeronave e os técnicos da Airbus foram trabalhar para resolver os elementos do interior e exterior que foram marcados com a fita laranja.

“É uma excelente aeronave”, disse Shea. “Estamos empolgados para colocá-la em serviço”.

A fase seguinte inclui uma completa verificação dos sistemas em voo. O voo embora distante dos ensaios em voo, tem por objetivo verificar a funcionalidade de todos os processos e sistemas.

Da redação

Publicado em 18 de Março de 2016 às 15:30


Notícias