Competidor sul coreano

Coreia do Sul revela projeto de aeronave rival do C-390 da Embraer

Aeronave está em fase inicial de estudos e prevê modelo multimissão


Novo cargueiro da KAI

Futuro cargueiro desenvolvido na Coreia do Sul poderá se tornar rival do brasileiro C-390

A Korea Aerospace Industries (KAI, na sigla em inglês) divulgou que trabalha em um novo avião cargueiro multimissão, que deverá ter capacidade para aproximadamente 20 toneladas de carga.

Ainda que o fabricante não tenha apresentado maiores detalhes do projeto, que está em fase inicial de desenvolvimento, o avião deverá ter capacidade e porte similar ao brasileiro C-390 Millennium, da Embraer, e ao ucraniano An-178, da Antonov.

Segundo informações divulgadas pelo portal sul-coreano Yonhap, a KAI trabalha nos detalhes finais de desenvolvimento para uma nova aeronave de transporte, dentro do programa de aquisição de defesa sul coreano.

O objetivo do projeto é substituir a atual frota das aeronaves C-130 Hercules e o CN-235, possivelmente com o mesmo avião, o significa a adoção de um projeto bastante flexível. Além disso, o novo avião deverá cumprir uma série de novas funções, além de cargueiro, incluindo missões de patrulha marítima e lançamento de armas ou drones.

“Atualmente, são trinta aviões polivalentes e setenta aviões de transporte operados pelo Exército, Marinha e Aeronáutica. Nosso objetivo é substituir as aeronaves importadas por aviões desenvolvidos internamente e avançar para os mercados internacionais com nossos próprios aviões a longo prazo”, disse Ryu Kwang-su, vice-presidente executivo da KAI.

O investimento inicial será de aproximadamente US$ 2,7 bilhões, valor considerado dentro do previsto para este tipo de aeronave. Um dos destaques da KAI é poder contar com a ampla base industrial de alta tecnologia existente na Coreia do Sul, que se destaca atualmente em diversos segmentos, especialmente eletrônica e automotivo.

Saiba mais...

Com o desenvolvimento de um avião cargueiro multimissão a Coreia do Sul avança em sua independência de tecnologias estrangeiras, podendo em breve fazer parte do seleto grupo de países detém capacidade própria para desenvolvimento de aeronaves militares de última geração. No início de abril, a KAI mostrou ao mundo o protótipo do seu caça KF-21 Boramae, um modelo de geração 4.5 e com uma série de inovações que poderão evoluir no futuro para um modelo de quinta geração.

A intenção do governo sul-coreano é que o KF-21 possa substituir a totalidade de caças F-4 e F-5, sendo um importante complemento aos F-35 e F-15K. Os primeiros aviões deverão ser entregues a partir de 2028, podendo chegar ao total de 120 unidades já em 2032.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 12 de Maio de 2021 às 12:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação KAI Korea Aerospace Industries C-130 CN-235 Embraer C-390 KC-390