Mundo sustentável

Grupo espanhol prevê avião comercial movido a energia solar

Previsão é converter modelos existentes e certificar o projeto em apenas três anos


Cessna Grand Caravan em voo

Projeto prevê conversão de modelos com capacidade entre nove e dezenove assentos

Um consórcio de empresas aéreas na Espanha apresentou um projeto ao governo prevendo a criação de uma tecnologia baseada em energia solar. O programa apresentado ao Ministério dos Transportes espanhol prevê investimentos na ordem de € 42 milhões.

O consórcio é formado pela empresa aérea de baixo custo Volotea, pela regional Air Nostrum e a Dante, e a startup Dante, e prevê apoiar o governo a cumprir com as metas de redução das emissões de carbono.

A proposta pretende converter toda a frota de aeronaves de curto e médio alcance das empresas envolvidas no projeto para serem movidas a eletricidade. O projeto apresentado inclui a concepção, a engenharia e a implementação das mudanças necessárias à adaptação das aeronaves para receberem energia oriunda de placas de captação solar, além do desenvolvimento de tecnologias de propulsão baseada em energias alternativas.

O projeto de 42 milhões de euros (R$ 280 milhões) e será financiado pelo consórcio, através de uma PPP (parceria público-privada), além de receber apoio dos fundos europeus de desenvolvimento. O ambicioso plano prevê o voo da primeira aeronave para 2024 e a certificação dois anos depois. “Essa alternativa é um procedimento muito mais rápido, evitando o desenvolvimento longo e caro de um avião a partir do zero”, afirmou o consórcio em nota.

As companhias aéreas participarão do projeto prestando informações sobre o mercado e detalhes operacionais e técnicos, enquanto a Dante Aeronáutica será responsável pela criação do projeto de conversão dos aviões.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 18 de Março de 2021 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação motor elétrico híbrido Caravan Cessna