Passageiros ainda deverão cumprir exigências

Com reabertura dos EUA, vendas de voos internacionais da Delta disparam

Primeiros voos deverão estar lotados


Airbus A350 da Delta

Primeiro voo internacional com a nova medida partirá do Brasil - Foto: Divulgação

A Delta Air Lines viu as vendas de passagens de seus voos internacionais dispararem. Nas seis semanas após o anúncio da reabertura dos EUA para turistas totalmente vacinados, houve um aumento de 450% nas reservas internacionais de ponto de venda em comparação com as seis semanas anteriores à decisão da Casa Branca.

A companhia espera que muitos voos internacionais operem com 100% da capacidade na próxima segunda-feira (8), primeiro dia da medida. Nos dias seguintes, o volume de passageiros deverá se manter elevado.

O primeiro deles será o DL106, de São Paulo (GRU) para Atlanta (ATL), com previsão de pouso para às 10h35 (Brasília). "Embora tenhamos visto muitos países reabrirem suas fronteiras para visitantes americanos durante o verão, nossos clientes internacionais não foram capazes de voar conosco ou visitar os EUA. Tudo isso muda agora”, segundo o CEO da Delta, Ed Bastian.

Os turistas estrangeiros poderão entrar no país com comprovação de vacinação completa e com teste negativo para covid-19, feito 72 horas antes da partida. Quem não tiver recebido a(s) dose(s) poderá entrar se atender a critérios bastante rígidos, como o teste após o desembarque, quarentena e outros.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 5 de Novembro de 2021 às 09:25


Notícias noticias noticias de aviação Delta Procura Voos Estados Unidos Internacional