Crescimento constante

Bombardier anuncia nova operadora do Challenger 350

Modelo amplia participação entre operadores de propriedade compartilhada


Bombardier Challenger 350

Challenger 350 mantém por sete anos a liderança do segmento 

A norte-americana Airshare se tornou a mais nova operadora do jato de negócios Challenger 350, da Bombardier. A empresa, com sede em Kansas City, efetuou um pedido para três aviões, com opção para outros dezessete.

A escolha do Challenger 350 permitirá a empresa prosseguir com seu plano de expansão do programa propriedade compartilhada e fracionada, visando oferecer serviços para clientes na costa leste. O programa de propriedade compartilhada oferece maior eficiência e produtividade para operadores que não utilizam frequentemente a aeronave ou necessitam de alta disponibilidade de voo.

A escolha do Challenger 350 amplia a participação do jato médio no segmento de propriedade compartilhada, considerado um dos setores com maior crescimento médio nos últimos anos.  O modelo tem passado por um amplo processo de melhorias ao longo dos últimos anos, incluindo novos conceitos de design de interiores, conectividade de alta velocidade através da banda Ka, sistema avançado de gerenciamento de cabine e programas de manutenção aperfeiçoados.

Atualmente o Challenger 350 mantém sua posição como o avião de negócios mais entregue no seu segmento pelo sétimo ano seguido. O modelo rivaliza especialmente com os Praetor 600, da Embraer, com o G280, da Gulfstream e os Citation Latitude, da Textron.

A Airshare oferece o programa de Timeshare, onde oferece para cada proprietário 1/16 de propriedade do avião, com disponibilidade de vinte dias de uso e horas de voo ilimitadas (com um máximo de 14 horas de serviço, limite referente as regulamentações de disponibilidade da tripulação).

Por Gabriel Benevides

Publicado em 19 de Maio de 2021 às 11:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação.Bombardier Challenger Textron Embraer Gulfstream Praetor Challenger 350 G280 Latitude