Bilhões e bilhões

Azul deverá investir mais de R$ 6 bilhões ao ano até 2023

Companhia deverá ampliar a frota para 170 aeronaves e criar novas rotas domésticas e internacionais


Azul deverá adicionar 28 aviões na frota até 2023, somando mais de R$ 6 bilhões em investimentos ao ano

A Azul deverá nos próximos 3 anos investir R$ 6 bilhões ao ano, ampliando o número de aeronaves e destinos.

Os investimentos incluem a padronização e renovação de frota da companhia, que recentemente deu início ao processo de modernização da família de aviões Embraer 195, que será substituído totalmente até 2023, dando lugar ao Embraer 195 E2.

LEIA TAMBÉM

 “Com a chegada de 31 novas aeronaves no próximo ano, deveremos investir cerca de US$ 1,5 bilhão, assim, nos próximos dois ou três anos, nossos investimentos chegarão aos R$ 6 bilhões de reais por ano”, afirmou John Rodgerson, CEO da Azul.

Com uma frota de 142 aeronaves, a Azul tem como meta atingir 170 aviões até 2023, possibilitando novas rotas domésticas e internacionais. De acordo com a empresa só em 2019, foram criadas 13 novas rotas.

Além de focar em novos destinos domésticos, principalmente na aviação regional, a Azul também ampliou a sua participação no mercado internacional, com destaque para a sua entrada na Europa, fruto de uma joint venture com a companhia portuguesa TAP Air Portugal.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Gabriel Benevides

Publicado em 11 de Dezembro de 2019 às 17:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus Embraer E195 E2 Azul aviação doméstica TAP Portugal Europa voos regionais