Cessna 377 pode ser pioneiro híbrido

Avião de propulsão híbrida pode ser até 70% mais econômico

Até o final do ano primeiro modelo poderá estar voando comercialmente em rotas experimentais


A start up Ampaire, com sede em Los Angeles, realizou o primeiro voo público com seu sistema de propulsão elétrica instalado em um Cessna 337 Skymaster.

O voo, com duração de 25 minutos, partiu do aeroporto de Camarillo, na Califórnia. O Skymaster teve um de seus motores a combustão substituído por um motor elétrico alimentado por bateria. De acordo com o fabricante, o Cessna 377 foi adotado como plataforma de testes por permitir manter o uso de um motor a combustão, dando maior segurança durante os processos de ensaios e certificação, o oferecendo assim um “tipo de redução de risco” em testes de voo.

LEIA TAMBÉM

A Ampaire pretende oferecer o motor elétrico e seu sistema de bateria como um retrofit para aeronaves certificadas. A empresa garante uma redução de 50 a 70% nos custos de combustível e uma economia de 25 a 50% nos custos de manutenção, na configuração híbrida-elétrica da Ampaire.

A empresa planeja oferecer o sistema para linhas aéreas regionais, que atendem comunidades remotas e regiões insulares. A expectativa é iniciar até o final do ano um projeto piloto, voando em uma rota comercial em Maui, no Havaí. Este ensaio pioneiro deverá utilizar um Cessna 337 recém-equipado. Um segundo projeto acontecerá em parceria com a Vieques Air Link, uma companhia aérea regional em Porto Rico.

Atualmente a Ampaire assinou 16 cartas de interesse, com 15 pequenas companhias aéreas de todo o mundo.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Por Santiago Oliver | Fotos: Divulgação

Publicado em 10 de Junho de 2019 às 15:00


Notícias Cessna avião elétrico motor híbrido Ampaire Cessna 337 Skymaster