Longo alcance

Airbus avança no projeto de desenvolvimento do Airbus A321XLR

Primeira entrega deverá ocorrer em 2023, seguindo o cronograma inicial previsto antes da pandemia


Desde que o novo Airbus A321XLR foi apresentado ao mundo durante o Paris Air Show do ano passado, 24 clientes encomendaram mais de 450 aviões. O modelo é a versão de maior capacidade e alcance da família A320, podendo voar distancias de até 4.700 nm e transportar 206 passageiros.

Além disso, o A321XRL, que é derivado da série Neo, oferece uma redução na queima de combustível na ordem de 30% quando comparado a geração anterior, o tornando uma opção para as companhias aéreas que buscam renovar suas frotas de Boeing 757 em voos intercontinentais.

LEIA TAMBÉM

Antes mesmo da pandemia os primeiros componentes da fuselagem da primeira aeronave destinada aos voos aos voos de testes já estavam em produção, incluindo as estruturas reforçadas do trem de pouso e as primeiras peças da caixa central.

A Airbus anunciou que em março, concluiu a seleção dos fornecedores responsáveis por projetar os novos e exclusivos sistemas e seus componentes para a variante A321XLR, muito dos quais já são fornecedores do A320neo. O fabricante demonstrou que o programa A321XLR está aplicado a nova abordagem de ciclo de vida do produto, permitindo realizar diversas simulações precisas por meio de “fábricas virtuais”, onde pode validar investimentos e planejamentos de aceleração do programa.

Formada por um banco de dados 3D ou Digital Mock-up Unit (DMU), o sistema permitirá a elaboração de um design simultâneo as simulações de montagem e visibilidade 3D dos componentes que irão equipar o novo jato. Segundo a Airbus, o teste do conforto de cabine para operações de longo alcance já foi iniciado, incluindo o uso de uma câmera de teste climático no solo. A expectativa é concluir a a montagem final do novo avião até 2022, além dos primeiros testes de voo, esperando sua entrada em serviço em meados de 2023.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 30 de Abril de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A321 A321XLR Boeing 757 cargueiro A320neo