Integração nacional

Governo espera ampliar o número de voos na Região Norte

Novas cidades do Amazonas terão operação regular regional e melhoria na infraestrutura aeroportuária


Voepass vai ampliar número de voos na região Norte até o final do ano

O governo brasileiro e as principais empresas aéreas nacionais criam novo projeto para ampliar a oferta de voos na região Norte do país. Objetivo é atender um maior número de localidades, ao mesmo tempo que seja possível oferecer uma maior capacidade de assentos e horários.

A Iniciativa da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) será aplicada em três cidades do interior do estado do Amazonas, Maués (MBZ), Itacoatiara (ITA) e Fonte Boa (FBA). Contudo, para a operação regular será necessário a reestruturação da capacidade aeroportuária, que está sendo coordenada pela Infraero. A estatal será incumbida de fazer os estudos, projetos, obtenção de licenças, contratação e fiscalização de obras de melhorias para esses aeroportos.

A ação visa permitir que as localidades possam ter acesso ao transporte aéreo regular, dentro de padrões de qualidade e práticas da aviação civil internacional. Serão adotadas todas as providências necessárias de adequação das infraestruturas às normas da Anac e do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) para receber voos em condições visuais, inicialmente no período diurno.

Inicialmente, a previsão é que os três aeroportos possam receber no curto prazo voos regulares com o Cessna Grand Caravan, mas dependendo da demanda e aceitação dos passageiros, a Infraero prevê criar uma infraestrutura capaz de receber aeronaves do porte do ATR 72.

Já foram realizados os estudos preliminares das pistas, dos pátios de aeronaves e demais estruturas dos três aeroportos, o que possibilitará as empresas aéreas estruturarem um planejamento específico em cada cidade. O trabalho será alinhado com a SAC e demais autarquias responsáveis por cada localidade.

As empresas aéreas nacionais também divulgaram seus planos para a região Norte, com a Voepass planejando já em maio aumentar o número de voos semanais em Parintins, São Gabriel da Cachoeira e Eirunepé.

Já a Gol espera nos próximos dois anos ampliar seus voos para 63 mercados, sendo treze novos destinos na região, comparados ao período pré-covid. Enquanto a Latam pretende retomar as operações para Miami partindo de Manaus, o que é previsto para 2022. A expectativa da empresa é que até o terceiro trimestre poassa retomar a mesma operação do período pré-pandemia, que contava com trinta frequências semanais na região Norte.

Por Marcel Cardoso

Publicado em 26 de Fevereiro de 2021 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Gol Voepass Latam Amazonas região Norte Amazônia Infraero