Gentileza alemã

A310 MRTT alemão levou para Manaus oitenta respiradores

Avião voou para o Brasil com equipamentos doados pelo governo da Alemanha


Airbus A310 MRTT da Luftwaffe

Um total de oitenta respiradores foram entregues para o governo do estado do Amazonas

A força aérea alemã (Luftwaffe, em alemão) transportou para Manaus oitenta respiradores para auxiliar o governo do estado do Amazonas no enfrentamento da covid-19. O governo da Alemanha tem apoiado países que ainda enfrentam o agravamento da crise de saúde, enviando recursos e equipamentos emergenciais.

O transporte foi feito por um Airbus A310 MRTT da Luftwaffe, que esteve no aeroporto internacional de Manaus no último sábado (27). O avião, de matrícula 10+23, decolou de Colônia-Wahn, e realizou uma parada técnica em Cabo Verde, perto da costa noroeste da África, para então seguir viagem até a capital do Amazonas.

“Para os nossos soldados das unidades de transporte um voo como este pode quase soar como um trabalho de rotina, mas todos nós sabemos hoje em dia que é sobre a vida humana, e cada uma conta”, disse Ingo Gerhartz, tenente general da Luftwaffe.

Após passar por Manaus, o A310 decolou no mesmo dia para a ilha de Martinica, no Caribe.

Em nota, o governo da Alemanha disse que a cooperação para o enfrentamento da pandemia da covid-19 é de máxima prioridade, e que o país está disposto a prestar ajuda humanitária. Também destacou que está atuando ativamente na cooperação internacional para o enfrentamento da pandemia do coronavírus, incluindo a capacidade de receber e tratar cidadãos de países vizinhos que contraíram o vírus. 

O Airbus A310 MRTT (Multi Role Transport Tanker) é um avião bimotor da Airbus, baseado no já veterano A310, mas que oferece grande flexibilidade operacional e capacidade multifuncional.

A aeronave pode ser configurada para o transporte passageiros, carga (ou ambos), assim como possui um módulo que o transforma em um hospital dedicado ao transporte de feridos e enfermos. O A310 MRTT possui um alcance máximo de cerca de 11.000 quilômetros e uma carga útil de 41 toneladas.

O modelo foi precursor do atual A330 MRTT, modelo oferecido ao mercado mundial pela Airbus e que foi cogitado para compor a frota da Força Aérea Brasileira, concorrendo com o Boeing 767-300F.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 31 de Março de 2021 às 12:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Airbus A310 A310 MRTT A330 MRTT Boeing 767 Luftwaffe