Mais um suspiro

UPS encomenda 14 novos Boeing 747-8F

Encomenda oferece novo folego ao programa 747 que está próximo de entregar todas as aeronaves encomendadas


A Boeing e a UPS anunciaram um contrato firme para 14 novos 747-8F, com opção de outros 14 aviões do modelo. A notícia foi comemorada por funcionários do fabricante ligados a linha de montagem do 747, que temem o encerramento da produção do Jumbo.

A escolha do 747-8F por parte da UPS ocorre dentro do planejamento estratégico da companhia de logística global em renovar e ampliar sua capacidade de transporte aéreo. A companhia cargueira possui uma das maiores frotas de aeronaves do mundo.

Com 109 aeronaves entregues, entre versões de passageiros e cargueiros, o 747-8 tem sofrido com a concorrência de aeronaves bimotoras, especialmente do 777-300ER e mais recentemente do A350 XWB, que mesmo com menor capacidade de carga e passageiros, oferecem uma considerável redução nos custos operacionais. Lançado em meados da última década, a nova geração do 747 recebeu uma série de melhorias, como redesenho das asas, novos motores e uma fuselagem mais longa. No entanto, a nova versão obteve um sucesso moderado, longe dos números de vendas de seus antecessores, como o 747-400 que por duas décadas esteve entre os aviões widebody mais populares do mundo.

No outro lado do Atlântico, a Airbus também enfrenta o desinteresse do mercado para o A380, que possui apenas a versão de passageiros, o que limita ainda mais suas vendas. Um possível A380neo continua em discussão, mas com poucas chances de ser lançado nos próximos meses.

Ernesto Klotzel

Publicado em 28 de Outubro de 2016 às 12:00


Notícias Boeing 747-8 777 Airbus A380 A350