Quando terá início a produção?

Saab define diretor para unidade brasileira

Marcelo Lima será responsável pela planta fabril de São Bernardo do Campo


A Saab anunciou Marcelo Lima como diretor-geral para a Saab Aeronáutica Montagens (SAM), unidade brasileira que fornecerá parte dos componentes para os caças Gripen adquiridos pela FAB. A planta que deverá ser localizada em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo, está em fase final de planejamento e o recrutamento de profissionais já começou.

Marcelo Lima é engenheiro, com mais de 23 anos de experiência em implantação e gestão de manufatura nos setores automobilístico, de energia e de linha branca.

A SAM será responsável por produzir partes como cone de cauda, freios aerodinâmicos, asas, fuselagem dianteira (tanto da versão monoposto quando da biposto) e fuselagem traseira do novo caça. As operações da fábrica começarão após a seleção da propriedade e preparação da infraestrutura do local. A SAM iniciará suas operações empregando 55 profissionais diretos, número que deverá crescer nos próximos anos.

De acordo com a Saab, a opção por São Bernardo do Campo se deu pela longa tradição da cidade paulista em receber empresas suecas. A cidade é conhecida pela qualidade de sua força de trabalho industrial e está perto de universidades, indústrias e centros de pesquisa. A região também é estratégica em termos de logística, tendo em vista o fácil acesso da cidade aos portos, aeroportos, rodovias, ao polo aeronáutico de São José dos Campos e ao Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN) em Gavião Peixoto, São Paulo, onde os caças Gripen para o Brasil serão montados. 

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 18 de Outubro de 2017 às 19:00


Notícias Saab Gripen FAB Força Aérea Brasileira