Aviação militar

Primeiro Airbus A400M realiza seu último voo

Após quase quatro anos do primeiro voo, MSN1 é aposentado e será colocado em exposição


Após quase quatro anos do primeiro voo, o primeiro Airbus A400M é aposentado e será colocado em exposição. A aeronave MSN1, que fez seu primeiro voo em 11 de dezembro de 2009, em Sevilha, Espanha, realizou seu último voo no último dia 4 de novembro. O exemplar, conhecido internamente como Grizzly 1, voou 1.448 horas e 25 min, em 475 voos. Sua última missão foi a validação de procedimentos de pouso com a rampa e a portas laterais na posição aberta. Embora tenha realizado um número pequeno de voos, com menos de 1.500 horas totais, o exemplar atingiu praticamente sua vida útil devido aos extensos testes ao qual foi submetido.

A tripulação desse último voo foi justamente a primeira a voar no modelo, que pôde, assim, se despedir-se do protótipo, num gesto de respeito promovido pela Airbus Military. O MSN3 também foi tirado de voo, mas, ao contrário do Grizzly 1, o exemplar foi colocado em armazenamento do longo prazo, mantendo suas condições de voo. A intenção é recolocar o avião em voo, caso necessário, para complementar qualquer tipo de certificação ou mesmo validação. O MSN2 continua, por ora, em serviço, mas também deverá ser aposentado em breve. Os três primeiro protótipos foram produzidos visando ao programa de certificação, o que exigiu uma campanha que levou os aparelhos ao extremo do projeto. Os MSN4 e MSN6 continuam operando normalmente, agora focados no desenvolvimento das capacidades militares do programa.

Segundo a Airbus Military, o local exato de exibição do MSN1 está sendo discutido pelo Airbus Heritage Department, responsável pelo material histórico da empresa, e o anuncio será feito apenas no próximo ano. Já o futuro do resto da frota será decidido oportunamente.

Da redação

Publicado em 28 de Novembro de 2013 às 14:11


Notícias Airbus A400M voo aposentadoria exposição aeronaves MSN duração testes tripulação Airbus Military frota Grizzly 1