Mercado ilegal de armas

Polícia italiana encontra míssil com grupo extremista de direita

Autoridades acreditam que o míssil tenha sido desviado na década de 1980 de um pedido feito pelo Catar


Reprodução StampaTV

A polícia italiana apreendeu um míssil ar-ar em um hangar no aeroporto de Forli, no norte da Itália. O míssil Matra Super 530F, de origem francesa, foi encontrado durante uma operação policial contra grupos extremistas de extrema-direita que oferecem ajuda a grupos paramilitares que lutam contra separatistas na Ucrânia.

Embora o emprego de um míssil ar-ar envolva a integração com a aeronave, em um processo bastante complexo, as autoridades querem saber como e porque um artefato com venda restrita estava em posse de civis. O Matra Super 530F é um míssil ar-ar de médio alcace, de busca por radar semi-ativo, utilizado para abater outra aeronave em voo.

LEIA TAMBÉM

Segundo o jornal italiano La Repubblica, a polícia interceptou o grupo após acompanhar uma série de contatos entre Fabio Del Bergiolo, ex-funcionário da alfândega, e grupos ucranianos. O acordo estava sendo negociado em € 470 mil, sendo que a compra seria efetuada por um funcionário de “um governo estrangeiro”.

Acredita-se que o míssil faça parte de um lote adquirido pelo Catar na década de 1980, mas não existem maiores informações sobre a data de produção ou número de série do míssil. Nem mesmo com ele foi desviado, adquirido por civis e como entrou no território italiano.

Ainda que o grupo formado por Del Bergiolo, apoie rebeldes na Ucrânia, acredita-se que o míssil estava sendo negociado com o Governo de Acordo Nacional da Líbia, o país africano é um dos poucos que poderiam se interessar pelo Matra Super 530F, já que opera alguns caças Mirage F1, compatíveis com o míssil.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Da redação

Publicado em 18 de Julho de 2019 às 10:00


Notícias Matra Mirage F1 Matra Super 530F