Conseguiu a sonhada aposentadoria

Pioneiro A320 alemão se aposenta após 30 anos de serviço

Lufthansa retira de serviço seu primeiro A320 que começou a voar em 1989


Primeiro A320 da Lufthansa é escoltado após realizar seu último pouso em Frankfurt, na Alemanha

O primeiro A320 da Lufthansa realizou seu último voo após quase 30 anos de serviço ininterruptos.

O D-AIPA, o pioneiro A320 da empresa alemã, realizou seu primeiro voo comercial em 16 de outubro de 1989, quando a Lufthansa se tornou um dos pioneiros operadores do modelo no mundo. Na ocasião o A320 tinha pouco mais de um ano de serviço, sendo na época uma das mais modernas aeronaves disponíveis no mercado. O modelo se destacava pelo emprego de comandos full fly-by-wire, algo inédito na aviação comercial.

LEIA TAMBÉM

Pioneiro A320 da Lufthansa realiza uma passagem baixa na unidade da Airbus em Hamburgo, onde foi montado em 1989

Ainda que o conceito fly-by-wire fosse uma realidade na aviação militar, além de também estar presente nos ônibus espaciais, ainda era uma novidade na aviação civil. Seu uso no A320 se tornou um divisor de águas na indústria aeronáutica civil, sendo aos poucos adotados por todos os fabricantes, inclusive da aviação de negócios.

O primeiro A320 da Lufthansa acumulou um total de 85.000 horas ao longo de três décadas de voo, tendo voado principalmente em rotas europeias, a partir da Alemanha. Seu último voo incluiu uma passagem baixa na unidade da Airbus, em Hamburgo, onde a aeronave foi construída.

Ao pousar pela última vez no aeroporto de Frankfurt, o avião foi recebido pelo presidente executivo da Lufthansa, Carsten Spohr, que saudou os tripulantes do último voo e a equipe de suporte da Lufthansa Technik no aeroporto.

A expectativa é que o pioneiro avião seja enviado para o aeroporto de Sofia, na Bulgária, onde será desmontado pela Lufthansa Technik.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação

Publicado em 30 de Maio de 2019 às 15:00


Notícias Airbus A320 Lufthansa Frankfurt Lufthansa Technik Carsten Spohr