Voa canarinho, voa

O interior luxuoso do avião que levou a seleção brasileira à Europa

Com apenas 100 assentos, quadrimotor Airbus A340-300 conta com serviço VIP


Pela primeira vez na história, a seleção brasileira voou para o mundial de futebol da FIFA com uma aeronave operada por uma companhia estrangeira. A empresa Air X Charter foi a responsável pelo transporte da comitiva até a Europa, utilizando um confortável Airbus A340 com interior com apenas 100 assentos.

Embora tenha capacidade para mais de 300 lugares, a Air X Charter configurou o avião apenas com assentos de primeira classe, além de algumas amenidades, como um sofá. Porém, diferente de modelos destinados a transporte de dignitários ou bilionários que contam com um layout com suíte, chuveiros, e amplas áreas de reuniões, o avião utilizado pela seleção é destinado a transporte de grandes comitivas.

O avião, produzido em 2000, foi adquirido originalmente pela francesa AOM, na qual voou por apenas três anos, parte na Air Lib, recém fundida. Em 2003 foi vendido para a SriLankan Airlines, para substituir um dos aviões da empresa destruídos no ataque terrorista ao aeroporto de Bandaranaike. Na ocasião, o avião foi configurado com 18 assentos na classe executiva e 299 na econômica.

Desde 2016, o avião voa pela Air X, onde recebeu novo interior para atender a delegações VIP. A empresa com sede em Malta, também deve ser responsável pelo transporte da delegação argentina. 

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 28 de Maio de 2018 às 09:30


Notícias Airbus A340 Seleção Copa do Mundo