Falha em solo

777X apresenta problema durante teste estático

Ensaio de fator de carga apresentou falha não prevista em projeto e teste foi suspenso


A Boeing suspendeu os ensaios de carga estruturais no 777X após detectar uma falha não prevista no projeto. Embora o fabricante não tenha reportado qual o problema, o primeiro jornal a noticiar a falha foi o norte-americano The Seattle Times, que afirmou ter sido uma explosão em uma porta do porão de cargas.

Em nota publicada pelo Seattle Times, a Boeing afirma que as condições dos testes estavam muito acima da carga esperada em uma operação normal e que o ensaio está seguindo todos os protocolos de segurança. De acordo com a Reuters, a Boeing afirma que os testes gerais vão continuar, a suspensão atinge apenas os ensaios estáticos, para análise da falha.

LEIA TAMBÉM

Os ensaios estáticos levam a estrutura da aeronave a situações extremas, muito acima da encontrada em voos regulares, sendo a maioria superior mesmo a emergências graves.  

O incidente é o mais recente em uma série de problemas no programa 777X, que inclui falha nos motores GE9X. Além disso, em agosto a Boeing anunciou que estava suspendendo o desenvolvimento do 777-8, a versão de menor capacidade e de longo alcance, em uma revisão do cronograma.

A expectativa é que o 777-9 possa ser homologado ainda no próximo ano, com as primeiras entregas ocorrendo em meados de 2021.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação

Publicado em 9 de Setembro de 2019 às 12:00


Notícias Boeing 777X