Recuperando o atraso

Mitsubishi Aircraft realiza primeiro voo com mais um protótipo do SpaceJet

Aeronave FTV10 é a primeira a contar com uma configuração final para certificação


Protótipo FTV10 do SpaceJet realiza primeiro voo com sucesso no Japão

A japonesa Mitsubishi Aircraft concluiu com sucesso o voo inaugural de mais um dos protótipos do SpaceJet M90 (anteriormente conhecido como MRJ). O modelo de ensaios, oficialmente chamado de Flight Test Vehicle 10 (FTV10) está com uma configuração final para certificações do avião.

A aeronave decolou do aeroporto de Nagoya e realizou testes básicos de desempenho em condições operacionais normais. O voo teve duração de duas horas. Após a validação dos testes a aeronave retornou para o aeroporto. De acordo com o fabricante japonês, o próximo passo será a realização dos testes finais de certificação do SpaceJet M90.

LEIA TAMBÉM

“Estamos bastante satisfeitos por o FTV10 ter realizado com sucesso o seu primeiro voo hoje”, disse Hisakazu Mizutani, presidente da Mitsubishi Aircraft. “Gostaria de expressar minha mais profunda gratidão a todos aqueles que são colaborando de maneira contínua para o programa. Estamos bastante empolgados com esta última etapa da certificação do Mitsubishi SpaceJet M90”.

Considerado o primeiro jato comercial fabricado no Japão, o SpaceJet M90 deverá disputar o mercado regional, no mesmo segmento da família E-Jet da Embraer. Contudo, o programa acumula mais de uma década de atrasos. O avanço nos processos de certificação permitem a Mitsubishi se aproximar da primeira entrega do M90.

“Este passo é bastante encorajador, pois marca o início dos testes de voo de certificação para o primeiro SpaceJet M90 na configuração final e certificável”, acrescentou Alex Bellamy, diretor de desenvolvimento da Mitsubishi Aircraft. “Este trabalho é resultado de uma transformação organizacional e mudanças feitas de engenharia desde 2016. Esperamos continuar nosso progresso em direção à certificação comercial do programa M90.”

Nas próximas semanas, a Mitsubishi Aircraft pretende dar continuidade nos voos de testes em Nagoya, além de se preparar para o voo de translado para os Estados Unidos. O restante da frota de testes do SpaceJet M90 está na América do Norte, onde o fabricante japonês mantém sua principal base de ensaios em voo. O objetivo é atender não apenas aos requisitos de certificação FAA, mas realizar testes dentro das exigências das empresas aéreas dos Estados Unidos, o principal mercado global para o segmento.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 19 de Março de 2020 às 17:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Mitsubishi SpaceJet M90 Japão E-Jet Embraer Estados Unidos aviação regional